sábado, 28 de janeiro de 2017

Governo avança com plano nacional para a utilização da bicicleta

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, 

anunciou esta segunda-feira em Caminha a elaboração, este ano, de um Plano Nacional para a Promoção da Bicicleta e Outros Modos de Transporte Suaves para estimular a utilização daquele meio de transporte.
"O plano nacional para a bicicleta é um plano que estamos agora a começar a desenhar, que iremos trabalhar ao longo deste ano para integrar o Plano Nacional das Infraestruturas porque os investimentos que podem estar em causa podem ter bastante expressão", afirmou o governante, sem adiantar valores.

João Pedro Matos Fernandes, que falava em Caminha no arranque da construção da ecovia que vai ligar Moledo a Vila Praia de Âncora e posteriormente a Âncora, Viana do Castelo e Esposende num investimento superior a 283 mil euros, acrescentou o estudo a desenvolver, este ano, vai permitir "desenhar uma rede nacional de ciclovias robusta para servir as deslocações de casa para a escola e de casa para o trabalho".

 Resultado de imagem para Governo avança com plano nacional para a utilização da bicicleta
"É um plano nacional no sentido em que é feito para o país todo mas não vai haver propriamente uma A1 ou uma A2 de bicicletas, vai haver um conjunto de redes definidas, com critérios iguais para o país todo nas zonas que o próprio estudo vai apontar", especificou.

O ministro disse que o Plano Nacional para a Bicicleta "não é comparável" ao Plano Rodoviário Nacional, porque a intenção do Governo não é a "desenhar uma ciclovia de Melgaço a Vila Real de Santo António" mas de ligar territórios vizinhos.

Como exemplos apontou o Vale do Sousa, o Vale do Ave, a Bairrada, o Oeste e o Algarve. "São zonas onde há um conjunto de cidades e vilas que estão, razoavelmente, próximas umas das outras e onde há muitos fluxos migratórios quotidianos. Sentimos que se houver condições para que se possa andar de bicicleta, em segurança e conforto, a bicicleta pode mesmo ser utilizada e ganhar uma quota muito grande nessas deslocações", referiu.

O governante adiantou que o objectivo daquele plano é que "cada vez mais as pessoas utilizem os meios de transportes suaves, entre eles a bicicleta, para as deslocações quotidianas, entre casa e a escola ou a casa e o trabalho".

"O que queremos é que as bicicletas deixem de ser utilizadas só para lazer e passem a ser utilizadas no dia-a-dia", sustentou.
Em: http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/governo-avanca-com-plano-nacional-para-a-utilizacao-da-bicicleta

MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.