sexta-feira, 20 de outubro de 2017

«CUBE» escolhe Monchique para apresentação de novos modelos de bicicletas

20 - cube
A prestigiada marca de bicicletas CUBE escolheu a unidade hoteleira McDonald Monchique Resort & Spa e a Serra de Monchique para a apresentação dos seus novos modelos e componentes para bicicletas, em especial a nova gama de bicicletas elétricas (e-bike). O evento, intitulado «Dealer Days 17», realizou-se de 14 a 18 de outubro e contou com a participação de cerca de 400 pessoas de vários pontos do mundo.
20 - cube2
Segundo comunicado da Câmara Municipal de Monchique (CMM) o interesse por Monchique resulta «da aposta estratégica na promoção turística que tem nos últimos anos conseguido atrair inúmeros atletas e equipas de renome de BTT/downhill, enduro e de estrada» para o concelho.
«Também, a especificidade da oferta turística, através de um turismo de ‘nicho’ que está criado e em desenvolvimento, permite dar apoio directo a estes atletas ou às suas equipas para aqui desenvolverem os seus treinos e preparação para as provas das várias modalidades», sendo a «dificuldade, a variedade, os vários quilómetros de trilhos existentes alguns dos aspectos que os organizadores enumeram como bastante positivos, especialmente a Cube Action Team», esclarece a autarquia.
Para Rui André, presidente da Câmara Municipal de Monchique, este tipo de eventos é «uma mais valia para a economia local, que não podemos deixar de apoiar e estimular. Todo o trabalho que temos tido na promoção turística do Topo do Algarve começa a dar os seus frutos em parceria com os agentes e empresários locais».
O edil afirma ainda que não tem «qualquer dúvida que este segmento e a aposta estratégica no turismo e desportos de natureza e aventura são cada vez mais uma realidade visível pela cada vez maior procura de marcas mundiais e atletas».
MM

8ª Volta à Murtosa em Bicicleta

Ficha de inscrição para a 8ª Volta à Murtosa em Bicicleta (edição 2017)
5 pedaladas, com oferta de boné, t-shirt alusiva ao evento, seguro de participação e almoço
22 de outubro de 2017 (concentração junto às piscinas pelas 9h00)
A Volta à Murtosa deste ano tem como temática "As Colheitas". Use a sua criatividade! Decore a sua bicicleta, vista um traje a rigor ou traga um adereço alusivo ao tema. As participações mais originais habilitam-se a prémios!
Na edição deste ano, a logística do almoço estará a cargo do Rancho Folclórico "Os Camponeses da Beira-Ria". Os lucros da iniciativa revertem para esta instituição.
MM

2º passeio de BTT englobado na 34ª Seixalíada

Foto de CSSPF - Ciclismo / BTT.
O Centro de Solidariedade Social do Pinhal de Frades, organiza com o apoio da Câmara Municipal do Seixal o 2º passeio de BTT integrado na XXXIV Seixalíada, no próximo dia 22 de Outubro, com concentração às 08:00 horas e que terá o seu início às 09:00 horas.

A concentração, partida e chegada terão lugar no CSS Pinhal de Frades ( Av. 25 de Abril 63, 2840 Seixal). 

Será feita uma paragem para abastecimento no Parque da Verdizela.

Inscrições em : https://goo.gl/JFFEuo

Dados do evento:
Percurso com 35Kms
Dificuldade fácil
Evento para maiores de 14 anos
Obrigatório capacete
Obrigatório bicicleta de todo o terreno
MM

IV Maratona D'Arrota a Presunto

Foto de Ivo Martins.
As noticias para 2017 começam a surgir, muito antes até de terminar o Ano de 2016...
Reservem o dia 22 de Outubro de 2017 para mais uma grande prova, "IV Maratona D'Arrota a Presunto", com muitas novidades, novos trilhos, novos trajectos a mesma beleza natural que este magnífico concelho tem para vos oferecer.
Uma das grandes novidades será que a Maratona fará parte do troféu BTT Ribatejo Norte, mas não ficaremos por aqui, pretendemos continuar a apresentar mais novidades ao longo do ano...
Como não poderia deixar de ser... O PRESUNTO estará sempre presente em todos os momentos, ou não fosse esta a Capital do Presunto...
Contamos com a vossa presença, até lá, acompanhem as novidades...
MM

XII Maratona Btt Terras Do Montado - Portel 2017

Foto de Carlos Esturra.
A XII MARATONA BTT TERRAS DO MONTADO - PORTEL 2017, já tem data marcada: 

03 DE DEZEMBRO DE 2017 (Domingo)

As inscrições podem ser efectuadas na nossa página: 
http://www.terrasdomontado.com/ ou em http://apedalar.pt/eventos/info/1562
até ao dia 28 de Novembro 2016.

Informação útil:
Passeio Familiar – aproximadamente 25 Km
Meia-Maratona - aproximadamente 45 Kms dificuldade Média
Maratona - aproximadamente 65 kms dificuldade Média-Alta

Valores da Inscrição :

Homens/ Senhoras - 15,00€ com almoço (inclui Seguro, Peq. Almoço, Abastecimentos, Almoço, Lavagem de bicicletas, Banhos, Lembranças )

Homens e Senhoras - 10,00€ sem almoço (inclui Seguro, Peq. Almoço, Abastecimentos, Lavagem de bicicletas, Banhos, Lembranças )

Acompanhantes (Almoço) - 7,00 €

Inscrições limitadas a 250 atletas

Secretariado - À semelhança dos anos anteriores, o Secretariado funcionará no Pavilhão da escola E.B. 2, 3 D. João de Portel.

Contactos:
966622259 - Carlos Esturra
966932761 – José Aljustrel
MM

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Sabina Kelley

Resultado de imagem para Sabina Kelley
Resultado de imagem para Sabina Kelley
Resultado de imagem para Sabina Kelley
Detalhes
Esta impressão giclée sem fronteiras, é bonita e 12x18 de Sabina Kelley é contrastada e rica em tons. A impressão deve caber em um quadro padrão, não é necessário nenhum ajuste personalizado. Assinado pelo fotógrafo.

Esta foto foi filmada para seu calendário 2012 em Sacramento, CA.
 A idéia era disparar um olhar mais contemporâneo com luz natural, e nós estávamos rindo o tempo todo porque o beco sentiu horrível! Ela puxou-o e ainda parecia sexy.
MM

domingo, 15 de outubro de 2017

Keeley Hazell

Imagem relacionada
Resultado de imagem para Imagem de Keeley Hazell in bike
Resultado de imagem para Imagem de Keeley Hazell in bike
Resultado de imagem para Imagem de Keeley Hazell in bike
MM

XII Maratona Btt Terras Do Montado - Portel 2017

Foto de Carlos Esturra.
A XII MARATONA BTT TERRAS DO MONTADO - PORTEL 2017, já tem data marcada: 

03 DE DEZEMBRO DE 2017 (Domingo)

As inscrições podem ser efectuadas na nossa página: 
http://www.terrasdomontado.com/ ou em http://apedalar.pt/eventos/info/1562
até ao dia 28 de Novembro 2016.

Informação útil:
Passeio Familiar – aproximadamente 25 Km
Meia-Maratona - aproximadamente 45 Kms dificuldade Média
Maratona - aproximadamente 65 kms dificuldade Média-Alta

Valores da Inscrição :

Homens/ Senhoras - 15,00€ com almoço (inclui Seguro, Peq. Almoço, Abastecimentos, Almoço, Lavagem de bicicletas, Banhos, Lembranças )

Homens e Senhoras - 10,00€ sem almoço (inclui Seguro, Peq. Almoço, Abastecimentos, Lavagem de bicicletas, Banhos, Lembranças )

Acompanhantes (Almoço) - 7,00 €

Inscrições limitadas a 250 atletas

Secretariado - À semelhança dos anos anteriores, o Secretariado funcionará no Pavilhão da escola E.B. 2, 3 D. João de Portel.

Contactos:
966622259 - Carlos Esturra
966932761 – José Aljustrel

Sem mais assunto
Boas Pedaladas
MM

sábado, 14 de outubro de 2017

Mulheres ciclistas

ole1960: dez vezes ... vista traseira ... 8
MM

6º Tróia - Fóia 2018

Foto de Pedro Melitão.
Aproveitando o embalo do Troia-Sagres, voltamos por mais um ano a ir de Tróia até Fóia de bike, pela estrada fora no próximo mês Fevereiro.
Mais um totalmente GRÁTIS!!!
O percurso tem sido este:
http://www.strava.com/activities/110470784
Como sempre cada um trata da sua logística e vai ao ritmo que bem entender, nos ultimos anos teem havido varios grupos a organizarem-se em autocarros.
Nao se trata de nenhuma organização, apenas um "ajuntamento" que já vai para o 6º ano de existencia, ideia que surgiu durante um troia-sagres em 2003.
Saida do 1º barco de Setubal " 7:30h" ou do carro caso se for dar a volta e é só fazer força no pedal até lá acima ;)
Normalmente o pessoal começa a pedalar pelas 8 horas.

É só aproveitar o embalo do mitico Troia-Sagres e tentar chegar á serra mais alta do Algarve.

MM

Brasil Ride

Os "nossos" campeões prontos para mais uma aventura Brasil Ride!
Vamos acompanhar as etapas durante a próxima semana. 
Esperamos que corra tudo da melhor forma para a Celina Carpinteiro - Atleta e para o Valério Ferreira!!
Foto de Celina Carpinteiro.
MM

domingo, 8 de outubro de 2017

Mete mais um pouco.

MM

Ups...

Sexy ..
Ups...
MM

Ciclistas são retratadas em fotos sensuais para defender a liberdade feminina.

‘Sobre quadros’, de Luisa Ranieri discute a liberdade feminina do próprio corpo e escolhe a bicicleta como objeto da luta por igualdade. Fotos foram censuradas de exposição em Minas, mas uma nova mostra foi criada
Fotos: Luisa Ranieri
Qual a relação entre a bicicleta e o empoderamento das mulheres? Para a fotógrafa Luisa Ranieri, o meio de transporte representa uma forma de ocupação do espaço público pelo gênero. Ela resolveu então unir esse entendimento à liberdade do uso do próprio corpo, na luta feminina por igualdade de direitos. O resultado é o projeto ‘Sobre quadros’.
A proposta da fotógrafa é retratar ciclistas, revelando o universo particular e a identidade de cada uma. As foto sensuais são intimistas e revelam a intimidade da retratada, unindo a paixão pela bicicleta e a vontade de revelar o próprio corpo da maneira que deseja. Sete mulheres já posaram para o projeto, que ganhou uma versão na web e promete abrrr espaço para mais personagens.
Luisa-Ranieri_01
“Também sou ciclista e sei como é difícil ser mulher em cima da bike. Escutamos ainda mais abusos. Por isso quis unir as duas ideias: uma maneira de se impor e questionar o que é ser mulher, ciclista na cidade”, conta Luisa ao Autofocus Brasil.
Atuando na fotografia de gestantes e ensaios femininos, a publicitária e fotógrafa de 27 anos utilizou da sua linguagem sensual para retratar as moças, selecionadas numa comunidade de ciclistas de Belo Horizonte. “Deixei as interessadas à vontade e não obriguei ninguem a nada. Algumas foram mais nuas, outra não. Ficou a critério de cada uma. O objetivo é celebrar as ciclistas como mulheres”, conta.
Luisa-Ranieri_11

Exposição censurada
Apesar dos ideais da fotógrafa em valorizar o empoderamento feminino, teve quem não gostasse nada da ideia. As fotos iriam ser expostas na Cidade Administrativa do Governo de Minas Gerais do dia 08 de março até o final do mês. O ensaio da fotógrafa foi selecionado para exposição alusiva ao Dia Internacional da Mulher.
Porém, no dia da abertura, servidores públicos ficaram indignados com as imagens. O trabalho foi acusado de machista e de objetificar a mulher. As fotos foram censuradas e a exposição cancelada pelo governo.
_MG_4301
“O sensual é uma preferência artística pessoal. É uma forma de mostrar empoderamento do próprio corpo. Ao se revelar assim, você determina como quer se mostrar. Tem quem veja isso como algo degradante ou objetificante. Mas eu acho que o contrário: tem sempre gente querendo falar o que a mulher pode ou não pode fazer. Ao revelar o próprio corpo, mostramos que quem de fato manda no nosso corpo somos nós”, explica.
As imagens foram produzidas num período de dez dias, para dar tempo de entrar na exposição, que acabou cancelada. As fotos foram produzidas na casa das fotografadas e cada retrato teve seu desafio particular. “Tive que pensar tudo na hora. As vezes a casa era pequena, não tinha opção de canto, mas dei um jeito e no final elas adoraram o resultado”, conta Luisa, que é sócia na Hortelã Fotografia. “O que me deu mais força é que me identifico com o tema. Quando você faz uma coisa que te liga, dá vontade de fazer o melhor”, completa.
img_0856
Apesar de ter uma porta fechada, repercussão abriu novas janelas para Luísa. O ‘Sobre Quadros’ virou um blog e mais  mulheres estão convidadas a posar para a fotógrafa. Interessadas podem mandar e-mail para fotografia@luisaranieri.com.br As fotos também ganharam outra lugar para serem apreciadas. Elas estão em exposição até 31 de março de 2016 no La Chicas Vegan, um restaurante no Edifício Maletta, no Centro de Belo Horizonte.
Links da fotógrafa:
Site
Facebook
Instagram
mg_4076
Quatro perguntas para Luisa Ranieri
img_0341
– O que representa a fotografia para você?
A fotografia para mim, é uma forma de expressão poderosa. Com ela posso mostra
Luísa Ranieri também é ciclista e quis mostrar o empoderamento das mulheres sobre as magrelas. Foto: Carlos Hauck/Divulgação
– Quais são suas influências no universo da fotografia ou demais artes?r um pouco da minha visão do mundo, o que vejo de feio de belo, de interessante.
Diane Arbus, Annie Leibovitz, Dorothea Lange, Steve McCurry, Robert Doisneau, Frida Kahlo, MC Escher.
– Como você vê a fotografia nos próximos anos?
Vejo como ela já é. Será sempre uma forma de expressão. Por ter se popularizado demais nos últimos anos, acredito que isso abriu muito espaço para vários fotógrafos descobrirem e explorarem sua visão. Hoje muita gente é fotógrafa de celular, e isso também tem seu valor. Acredito que na arte sempre há espaço para todos se expressarem.
– A fotografia tem sido utilizada como forma de denúncia na mídia alternativa e movimentos sociais. A fotografia é sua arma na luta pela igualdade de gêneros?
É uma das armas. Minha indignação é minha maior arma. A luta pela igualdade de gêneros depende disso. Sinto que enquanto nos sentirmos incomodadas, abusadas, invadidas, teremos força para lutar. É isso que me move.
Nota do editor:  Autofocus Brasil repudia de forma veemente qualquer tipo de censura à liberdade artística  e de expressão e manifesta solidariedade com a fotógrafa e personagens afetados.

‘Sobre Quadros’ é o oitavo ensaio divulgado no Autofocus Brasil
Já passaram por aqui ‘Grandes Mulheres da História’, de Isis Medeiros,  ‘Book Sensual com jovem mãe’,  ‘Pais e Filhos e o Time do Coração’,  o ‘E-session no Bloco de Carnaval’ de Valwander e os ‘Pescadores da Pampulha’, de Felipe Muniz. Já foram divulgados o ‘Um dia em cem anos’ de Ivna Sá, enquanto Guilherme Leite apresentoufotos sensuais em lugares abandonados.

Quer ver seu ensaio aqui? Mande email para autofocusbrasil@gmail.com

Você pode ficar por dentro das novidades da fotografia nas contas oficiais do Facebook, Twitter eInstagram.
Em: http://blogs.uai.com.br/autofocus/ensaio-ciclistas-sao-retratadas-em-fotos-sensuais-para-defender-liberdade-feminina/
MM

Evgenia Guseva

Resultado de imagem para Wendy Fiore em bike
Foto de Vanity Cycling.
MM

A bicicleta é duas vezes mais rápida que o carro

Resultado de imagem para  TETAS EM BIKE
MM

Ostentação de Alexander Vinokourov.

Alexander Vinokourov, o ciclista controverso do Casaquistão, que venceu as Olimpíadas de 2012, resolveu fazer um tributo a sua vitória e pitou a sua bike S-Works Tarmac da Specialized de dourado.
The bicycle of Vinokourov before the 2016 Dubai Tour
The bicycle of Vinokourov before the 2016 Dubai Tour
O quadro, guidão e mesa receberam essa pintura dourada… Que não tenho certeza se é banhado a ouro ou somente da cor dourada mesmo… Mas pelo brilho, não duvido que seja banhado a ouro.
The bicycle of Vinokourov before the 2016 Dubai Tour
The bicycle of Vinokourov before the 2016 Dubai Tour
O símbolo das olimpíadas foi colocado no frente do quadro e alguns detalhes muito bonitos foram colocados no guidão.
The bicycle of Vinokourov before the 2016 Dubai Tour
The bicycle of Vinokourov before the 2016 Dubai Tour
As rodas são Corima e o grupo é o Campagnolog EPS Super Record.
Fotos de Graham Watson
MM

sábado, 7 de outubro de 2017

Raid BTT Serra de Monchique '17

As inscrições já se encontram abertas em www.cronosport.pt

Mais informações: http://bttmonchique.com/btt/eventos/raid/2017/
MM

VIII Passeio BTT - FAG2017

Em: http://apedalar.pt/eventos/info/1541
MM

Corvette.

Foto de SeaSucker.
Um belo meio de transporte.
MM

Selins.

O selim é uma das partes mais importantes da bicicleta no que diz respeito ao conforto.
Muitos iniciantes sofrem e até desistem de pedalar por não terem um selim adequado.
Veja suas características.
Selins


Largura e Formato

Esse é o ponto mais subestimado, porém, muito importante de um selim.
A maior parte do conforto vem da compatibilidade da largura do selim com a distância entre os ossos do quadril de quem pedala.
Como cada corpo é diferente, é muito difícil criar um padrão único de tamanho.
Por mais que pareça estranho, um selim mais largo não é necessariamente mais confortável e também um modelo que seja confortável para uma pessoa pode não ser para outra.
Vale lembrar que as pernas do ciclista não ficam paradas e uma largura excessiva atrapalha a pedalada.
*Veja matérias a seguir.

Trilhos


O encaixe do selim com a bicicleta se dá através do canote, normalmente com um sistema que “abraça” um par de trilhos no selim.
Esses trilhos, nos selins mais modernos, podem ter também diferentes diâmetros e até serem ovais, precisando assim ser compatíveis com o canote.
Apesar de ser o sistema mais popular, não é o único: existem também sistemas de trilho único e até de encaixe direto, sem qualquer trilho.
A função dos trilhos também é ajustar a distância do selim em relação ao guidão e alguns deles possuem uma escala impressa para facilitar a memorização quando pessoas diferentes usam a mesma bike. Os materiais usados nos trilhos podem ser: aço, titânio e fibra de carbono.

Densidade

A densidade da espuma também é outra característica presente.
Ao contrário da crença popular, um selim mais macio não é necessariamente mais confortável.
O “teste” de apertar a espuma com o dedo para tentar adivinhar se é confortável não traz nenhuma garantia. Em poucos minutos pedalando, a suposta espuma macia já não tem efeito e o que vai valer serão outras características da construção do selim.
Um dos itens mais populares para os iniciantes é a capa de gel. Porém, não é uma solução definitiva para quem vai pedalar além de um curto passeio.
O problema é que mesmo com a maior densidade do gel, ainda vai existir pressão no local incorreto, se a largura estiver inadequada.

Flexibilidade / Base

A base na qual são encaixados os trilhos e montados a espuma e a capa muitas vezes é feita com materiais flexíveis, que se deformam um pouco ao pedalar.
Alguns designs são até vazados em pontos estratégicos, para permitir essa flexibilidade.
Algumas bases são vazadas com outro objetivo: aliviar a pressão no meio do selim, que fica em contato com a zona do períneo.
Essa preocupação surgiu depois de estudos apontarem que atletas que passam muito tempo pedalando podem ter problemas de fertilidade e ereção.
Alguns modelos são vazados tanto na base, quanto em toda a espuma e na capa, formando um buraco em toda a parte central.
Os selins de passeio possuem duas molas grandes atrás e às vezes uma terceira na frente, prometendo aumentar o conforto. Porém, nem sempre essa é uma boa solução.

Capa

O revestimento que mantém a espuma presa à base pode ser feito de diferentes materiais.
O couro é uma das melhores opções, pois é poroso e permite maior ventilação, além de ter maior durabilidade. É bom evitar materiais que sejam muito escorregadios.
Mitos
- Um selim mais largo é mais confortável.
- Capas de gel resolvem o problema de conforto.
- Quanto mais macio, mais confortável.

Peso

Mais uma vez, como em todas as peças da bicicleta, o peso aqui também é um vilão dos competidores.
Alguns usam bancos sem qualquer forro para diminuir ainda mais o peso. Existem até selins todos em fibra de carbono.
Os mais leves do mercado pesam menos de 80 g. Será que vale o desconforto?

Ajustes

Altura
Pedalar com o selim baixo é bastante comum entre os iniciantes, pois traz mais segurança para pôr o pé no chão ao parar e também facilita subir e descer da bike.
Porém, pedalar assim é mais cansativo e pode trazer problemas aos joelhos.
O importante é nunca manter a perna totalmente esticada na parte mais baixa da pedalada, mantendo o joelho levemente dobrado.
Para maior segurança, os iniciantes devem subir o selim gradativamente a cada saída com a bike, até chegar na altura recomendada. O ideal é fazer um Bike Fit.
Ângulo
Normalmente, a posição mais confortável é deixar o selim horizontal, paralelo ao solo.
Algumas pessoas gostam de incliná-lo um pouco, mas qualquer inclinação radical é prejudicial. Inclinar o nariz muito para cima pode aumentar a pressão no períneo e inclinar muito para baixo vai transferir o peso do ciclista mais para frente, concentrando mais nas mãos.
Distância horizontal
Essa distância deve variar de acordo com o estilo de pedalada de cada pessoa.
Essa medida é mais importante para atletas, que terão um desempenho superior com a distância correta.
Para os iniciantes, é importante saber que essa distância não deve ser ajustada para compensar um guiador que esteja muito para trás ou muito para frente.
Para isso, deve-se trocar o avanço (peça que prende o guidão à bike).

Conforto

O conforto do selim é resultado de uma série de fatores. Como dito anteriormente, o ajuste correto é o principal a ser feito para melhorar os problemas.
Logo depois, a largura adequada é o que mais fará diferença.
A densidade da espuma e flexibilidade da base ficam como uma ajuda extra.
Vale notar que após longos períodos sem pedalar é normal sentir desconforto nos primeiros quilômetros, especialmente porque, com pernas ainda fracas, a tendência é colocar mais peso no selim.
O ideal é recomeçar gradativamente, para que o corpo se acostume.
Se depois de algum tempo pedalando, com o ajuste correto, ainda houver desconforto, o recomendado é procurar um outro selim de largura mais adequada.

Tecnologia / Especiais

A empresa italiana Fizik, lançou no ano passado o selim de competição Kurve.
Entre outros avanços, foi criado um sistema que promete, através de um teste simples de alongamento muscular, definir a largura correta entre três versões disponíveis.
Além disso, ele vem com uma peça que altera a flexibilidade da base, alterando a relação desempenho versus conforto. Clique aqui e saiba mais.
Sempre focando em ergonomia, a alemã Ergon criou o SM3 Pro Carbon.
Como destaque, o selim tem uma espuma com densidades variadas em diferentes partes, uma pequena peça amortecedora no nariz e um corpo em carbono bem fino e com trilhos conectados em pontos estratégicos para maior flexibilidade. Clique aqui e saiba mais.

Na categoria de selins leves, a marca Trigon tem um modelo um pouco mais radical: trilhos e base em carbono e, em alguns casos, sem qualquer capa ou acolchoamento. Clique aqui e saiba mais.

A Kalf desenvolve selins para Freeride Extreme, com design próprio para a execução das manobras e com a devida atenção ao grafismo. Clique aqui e saiba mais.

Existem também selins específicos para mulheres.
A Specialized tem diversos modelos específicos, que levam em consideração as diferenças corporais delas para os homens. Clique aqui e saiba mais.
O selim Brooks é muito famoso entre os ciclistas que usam a bici para passeio e cicloturismo.
Ele é feito de um couro que promete se adaptar ao corpo depois de um tempo de uso. Clique aqui e saiba mais.

MM