domingo, 31 de janeiro de 2016

Sérgio Paulinho agraciado pelo Presidente da República.

O ciclista Sérgio Paulinho, 35 anos e há 11 a correr em equipas estrangeiras, foi agraciado nesta segunda-feira, pelo Presidente da República, com a Ordem do Infante D. Henrique, que visa distinguir a prestação de serviços relevantes a Portugal.
Sérgio Paulinho e Cavaco Silva

O corredor da equipa russa Tinkoff-Saxo recebeu a distinção durante uma cerimónia no Palácio de Belém em que receberam a mesma distinção os ex-velejadores Hugo Rocha e Nuno Barreto e o presidente do Comité Olímpico de Portugal, José  Manuel Constantino.
Sérgio Paulinho 2
Paulinho corre há sete anos em formações da primeira divisão do ciclismo mundial (worldtour) e é considerado, atualmente, um dos elementos fundamentais da sua equipa no apoio ao líder, o espanhol Alberto Contador, um dos melhores ciclistas da atualidade.
O ciclista de Oeiras conquistou a medalha de prata na prova de fundo de ciclismo nos Jogos Olímpicos Atenas2004.
Os três desportistas  tinham sido os únicos atletas medalhados em Jogos Olímpicos ou Paralímpicos a estarem ausentes da cerimónia de Homenagem Nacional ao Desporto, que teve lugar a 27 de maio do ano passado.
“Ser condecorado pelo Presidente da República tem um significado bastante importante.
Quando ganhei a medalha, não tinha noção do impacto que poderia ter.
Já foi há tantos anos, mas continuo a ser condecorado”, afirmou Sérgio Paulinho.

MM

Bicicletas publicitárias da ADvert comunicam na FITUR em Madrid.

ADvert
Entre os dias 20 e 24 de Janeiro de 2016, a ADvert, em parceria com o Munícipio de Setúbal, apresentou a AdBike “Setúbal Cidade Europeia de 2016” na sua presença na Feira Internacional de Turismo em Madrid.
As adbikes destacam-se pela versatilidade na sua utilização, quer em espaços outdoor quer, neste caso específico, em ambientes indoor.
AdVert Madrid
Esta parceira entre a ADvert e a Câmara Municipal de Setúbal resultará na perfeita simbiose entre os valores do desporto, anti sedentarismo e de sustentabilidade ambiental defendidos pela marca.
As adbikes serão um dos meios escolhidos para a comunicação do evento “Cidade Europeia do Desporto 2016”, inaugurado em Setúbal, com diversos eventos, em 30 Janeiro. (ontem)
MM

sábado, 30 de janeiro de 2016

Empresa portuguesa distinguida em feira internacional.

Uma empresa algarvia que organiza viagens de bicicleta venceu o prémio Outdoor & Sports, um dos galardões atribuídos durante a feira internacional de turismo Vakantiebeurs,  a decorrer em Utrecht, na Holanda, até este domingo.
A Bike Tour Portugal, sediada em Vila do Bispo, foi a escolhida entre as 755 empresas da mesma categoria representadas no certame.
Bike Tours Portugal
“Não estávamos à espera”, confessou André Martins, 33 anos, um dos dois empresário que fundaram a empresa há três anos, numa conversa com o Pedais.pt, realçando o facto do prémio abranger uma grande variedade de empresas e nem sequer o nicho do turismo de bicicleta.
O projeto começou a ser pensado em 2010 por André Martins e Ricardo Gonzalez, 35 anos, e avançou dois anos depois, desenvolvendo um conceito “inovador e de muita qualidade”, dirigido aos “segmentos alto e muito alto” do mercado.
“O luxo em duas rodas” é o lema da empresa que emprega seis pessoas e soma cerca de 600 clientes nos seus três anos de existência, de acordo com  André Martins.
A clientela é constituída, na prática, quase só (“99,5%”) por estrangeiros, sendo o top liderado por turistas vindos do Brasil, seguindo-se, por ordem decrescente,  os oriundos dos Estados Unidos, Canadá, Norte da Europa e Índia.
Apesar de ter um conjunto de viagens programadas, mais de metade (“50 a 60%”) dos clientes pretendem viagens específicas, que a Bike Tour Portugal também organiza a pedido, revelou ainda André Martins.
Para já, os programas de viagem propostos cingem-se a Portugal, mas devem começar a internacionalizar-se em breve através do norte de Espanha, com uma proposta dos Caminhos de Santiago.
Nove dias para testemunhar as cores das vinhas alentejanas, atravessar o Algarve de ponta a ponta em oito dias ou descobrir a Costa Vicentina noutros oito são algumas das propostas apresentadas, com custos que se situam, entre os 3.000 e os 4.000 euros por pessoa. Incluem tudo o que o turista necessita, menos os voos de ida e volta para quem viaja do estrangeiro.
MM

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Bicicleta com equipamento Android integrado

Super Cycle
Funciona ligada à internet através de equipamento Android integrado e tem um manancial de equipamentos que inclui o bloqueio das duas rodas através de um único botão. Apesar de ser uma bicicleta, a Super Cycle, criada pela empresa chinesa de entretenimento e telecomunicações LeTV, foi apresentada num salão de tecnologia nos Estados Unidos.
O guiador e a parte superior do quadro, com um ar a dar para o futurista, reúnem o fundamental desta máquina, apresentada no Salão CES de Las Vegas, que decorre até sábado, 09 de janeiro, na cidade norte-americana.
Super Cycle 2
Se está ligada à internet, dispensa qualquer outro equipamento eletrónico para registar o que é essencial e qualquer ciclista gosta de saber. O caminho mais rápido ou mais curto para um destino, quantos quilómetros andou, a velocidade, as subidas, o esforço, a potência… e tudo o mais que acrescentar a isso uma ligação por bluetooth a smartphone.
Uma das garantias é que saberá sempre onde deixou a bicicleta, que ainda poderá ficar com as duas rodas bloqueadas com a simples pressão de um botão. A partir desse momento, se alguém lhe pegar, por exemplo, vai acionar um alarme e dissuadir os ladrões.
Um sistema de iluminação para andar de noite e indicadores de mudança de direção luminosos equipam também a Super Cycle, que alimenta a panóplia tecnológica através de uma bateria que carrega por si só, quando é usada, ou ligada a uma tomada da rede elétrica.
Possui ainda um walkie talkie para falar com outros ciclistas que estejam nas proximidades e tem entre os acessórios uma câmara que permite ir tirando fotos pelo caminho ao ritmo do toque num botão.
A parte menos interessante do projeto é que ainda não passa de um protótipo em afinações que não se sabe quando passará à fase de produção e à comercialização. Desconhece-se igualmente qual poderá vir a ser o preço.
MM

Como aterrar de uma queda.

Como aterrar de uma queda de bicicleta sem se machucar muito...


“Quedas são um mal necessário do ciclismo” diz Dan Lloyd, um antes ciclista profissional que agora trabalha no canal de ciclismo on-line GCN.
“A mentalidade é ir em frente”, diz Lloyd. “Talvez não a todo custo: se você bater a cabeça, por exemplo, há um entendimento de que você deve parar e se certificar de que está tudo bem. Mas com coisas menores como pele esfolada, eu não acho que exista algum piloto em uma competição que diga ‘bom, é melhor eu ir para casa’. Mesmo fraturadas, muitas pessoas continuam.”
Lloyd, que confessa já ter sofrido várias quedas, diz que pilotos profissionais não recebem treinamento sobre como se comportar em uma queda: “O único treinamento que você recebe acontece quando você cai de verdade. Outros pilotos podem não concordar comigo, e eu já ouvi um ou dois pilotos dizerem que durante um treino eles poderiam cair e não se machucar, mas na minha opinião isso acontece tão rápido que não dá tempo de pensar em como rolar no chão.”
Para pilotos amadores, quedas podem aparecer sutilmente de várias maneiras. Enquanto em uma competição quedas podem (e costumam) acontecer em torno dos 50km/h, um ciclista comum talvez pedale na metade dessa velocidade. Consequentemente, eles tem mais tempo para reagir – e que, apesar de não parecer lógico, pode ser o que os coloca em maior perigo.

“São as quedas em baixa velocidade onde os pilotos costumam quebrar a clavícula, por que você tem tempo de colocar as mãos para baixo, e muitas vezes é isso o que acontece,” diz Lloyd (o choque com o chão se propaga pelos braços e só se dissipa ao partir a clavícula em dois). “Você não escorrega sobre o solo. As duas vezes nas quais eu quebrei minha clavícula, eu estava em baixa velocidade.”
Então como fazer para evitar se machucar em uma queda? “Meu parecer é que é melhor manter suas mãos no guidão”, diz Lloyd. “Parece que se você se enrolar no formato de uma bola e rolar no chão, o impacto é amortecido.”
As palavras dele são repetidas por Rob Jarman, que disse ao BikeRadar.com que durante uma queda na qual você perde a roda traseira e cai diretamente na direção do solo, é bom praticar relaxar o seu ombro; assim, a parte de trás dele pode levar maior parte do impacto com o chão.
No entanto, como Lloyd salienta, “É outra coisa tentar pensar nisso tudo quando você está para atingir o chão.” Durante uma queda na qual você tem um segundo ou dois para se preparar, pode ser melhor pensar em onde aterrissar ao invés de como aterrissar.
“É muito, muito melhor aterrissar na beira de um asfalto do que no asfalto. Você perde muita pele no asfalto. E isso pode parecer horrível, mas o melhor lugar para aterrissar é em cima de outro piloto. Você aterrissa muito mais suave!”
É claro que a melhor de todas as opções é não cair.
“Como em qualquer outra coisa, prevenção é melhor do que cura,” diz Lloyd. “É uma das piores partes do ciclismo. Se você não está correndo, há menos coisas em jogo: você tem mais espaço entre você e os outros. Tente evitar quedas a qualquer custo, por que não é muito legal!!”
MM

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Mulher é acusada por direção perigosa após atropelar vários ciclistas da Giant-Alpecin.

Uma mulher de 73 anos foi acusada de direção perigosa após atropelar vários ciclistas da equipe Giant-Alpecin, seis deles foram para no hospital.
Giant
O acidente aconteceu em Benigembla, na Espanha. A motorista, que era do Reino Unido, estava dirigindo um carro de “direção direita” (onde o volante fica no lado direito do carro), como são os veículos no Reino Unido.
O carro estava andando na contra-mão e uma fonte disse que pode ter sido um equivoco da motorista, que se confundiu com a mão inglesa e veio pela contra-mão.
O ciclista Ramon Sinkeldam, que foi um dos atropelados disse que os ciclistas se assustaram por conta do carro na Contra-Mão e que depois disso ele não se lembra mais de nada.

MM

Need Someone to Ride III?

Need Someone to Ride (1)
Need Someone to Ride (6)
Need Someone to Ride (8)
MM

Need Someone to Ride II?

1446
1447
1456 (2)
MM

Need Someone to Ride?

14311424
1436 (2)
1427
1428
1430
1431 (2)
1435
MM

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Liz Hatch.

Liz Hatch – The rider from Texas http://selfieonbike.com/photos-liz-hatch-the-rider-from-texas/
Liz Hatch (born June 3, 1980 in Austin, Texas) is an American cyclist. Her nicknames include “Lizzer”, “Slizzard”, “Lizzie”.
Liz Hatch is today: Ex-pro cyclist, former pro cyclist, working for Kask Helmets, Fiona’s mom, bike crazy, pug dog lover. Part time gypsy. Full time free spirit. Bike crazy.
Liz Hatch – The rider from Texas http://selfieonbike.com/photos-liz-hatch-the-rider-from-texas/
MM

Maratona Solidária de Fátima 2016.

Como o nome indica, e porque as questões sociais têm para nós uma grande importância, este ano, por cada inscrição confirmada, será doado 1€ para os BOMBEIROS DE FÁTIMA e para a COMISSÃO SOCIAL DE FREGUESIA. Porque ajudar quem precisa é muito importante!

Mais uma vez, a prova deste ano fará parte da TAÇA REGIONAL XCM DE SANTARÉM e será também a prova de abertura do prestigiado TROFÉU XCM DE SANTARÉM / OLYMPIA, contando com a experiência do TRILHO PERDIDO na cronometragem de tempos dos participantes.





 SUGESTÃO:

Neste mesmo dia, e paralelamente a este evento, ocorrerá em Fátima a 5ª CORRIDA E CAMINHADA DA PAZ. Este poderá ser um bom motivo para os acompanhantes dos atletas poderem participar nesta atividade.
Horário: 10:30h
Local: Estádio Municipal de Fátima
Informações e Inscrições: http://www.caminhadadapaz.com/


Data:

28 de Fevereiro de 2016

Fecho Inscrições:
25 de Fevereiro de 2016

Limite de Inscrições:
Ilimitado

Localidade:
Fátima - Estádio Municipal de Fátima (39°36'12.43"N | 8°39'53.34"W)

Organização:
Fátima BTT Clube
Montamora Sport Clube

Preços:
Participação sem brinde - 10€
Participação com kit nutrição suplementação: (1 barra + 1 Gel + 1 Bidon) - 12€
Almoço de atletas - 6€
Almoço de acompanhantes - 7€
Pagamentos no secretariado tem taxa de 2€

O posicionamento dos atletas sem licença desportiva da FPC nas boxes de partida é definido por ordem sequencial de número de dorsal conforme as inscrições sejam confirmadas (inscrição paga), ou seja quanto mais cedo o atleta se inscrever e confirmar a sua inscrição melhor posição tem na linha de partida

No valor está incluído:
- Dorsal com chip descartável
- Cronometragem electrónica com colocação de classificações online logo que o evento finalize
- Seguro
- Banhos
- Lavagem de bicicletas
- Abastecimentos líquidos e sólidos
- Lembranças para todos os participantes

Distâncias:
80Km e 40Km (valores sujeitos a correcção)
Total de ascensão 80km: Informação disponível em breve
Total de ascensão 40km: Informação disponível em breve
Nível de dificuldade físico e técnico: Médio

Horários:
Inicio do secretariado: 7:30h
Fecho do secretariado: 08:50h
Inicio do controlo para grelha de partida: 09:00h
Partida: 09:30h
Entrega de prémios: 12:30h para percurso Meia-Maratona e 13:30h para percurso Maratona
Almoço: 12:00h

Categorias onde os participantes se podem inscrever:
São estabelecidas as seguintes categorias para atletas com licença desportiva da FPC de competição, sendo que todas devem realizar o percurso maratona:
- Elites - +19 anos – nascidos de 1987 a 1997
- Master 30 - Dos 30 aos 34 anos – nascidos de 1982 a 1986
- Master 35 - Dos 35 aos 39 anos – nascidos de 1977 a 1981
- Master 40 - Dos 40 aos 44 anos – nascidos de 1972 a 1976
- Master 45 – Dos 45 aos 49 anos – nascidos de 1971 a 1967
- Master 50 – Mais de 50 anos – nascidos menos de 1966
- Elites Femininas - +19 anos – nascidas de 1987 a 1997
- Masters Femininas – Mais de 30 anos – nascidas menos de 1986
São estabelecidas as seguintes categorias para atletas sem licença desportiva da FPC de competição:
Percurso Maratona

- Elites – Mais de 19 anos – nascidos de 1987 a 1997
- Veteranos A - Dos 30 aos 39 anos – nascidos de 1977 a 1986
- Veteranos B/C – Mais de 40 anos – nascidos menos de 1976
Percurso Meia-Maratona
- Juniores Masculinos - nascidos até 1998
- Sub23/Elites - +19 anos – nascidos de 1987 a 1997
- Veteranos A - Dos 30 aos 39 anos – nascidos de 1977 a 1986
- Veteranos B - Dos 40 aos 49 anos – nascidos de 1967 a 1976
- Veteranos C - +50 anos – nascidos menos de 1966
- Juniores Femininas - nascidas até 1998
- Elites Femininas - +19 anos – nascidas de 1987 a 1997
- Masters Femininas – Mais de 30 anos – nascidas menos de 1986

NOTA: Os escalões designados "Master" são apenas para atletas federados. Todos os atletas não federados devem escolher os escalões designados "Veteranos". Os atletas portadores de licença de “betetista” ou “cicloturista” da UVP-FPC serão inscritos nas categorias para atletas sem licença desportiva da FPC de competição

Modo de inscrição:
Preencher formulário de inscrição e efetuar pagamento no Multibanco ou Homebanking através da opção "Pagamento de Serviços". Esta referência multibanco tem um prazo máximo de 3 dias para pagamento. Findo este prazo de 3 dias a sua inscrição será apagada da lista de inscritos.
Se não receber o e-mail comprovativo da sua inscrição, verifique na pasta de SPAM

Informações:
E-Mail: fatimabttclub@hotmail.com  ou  geral@trilhoperdido.com
Telefones: 967 409 151

Ciclismo do Sporting mostrou-se no clássico.

Liderado por Rinaldo Nocentini, o Sporting/Tavira já foi aplaudido.




Os ciclistas da nova equipa Sporting-Tavira foram este sábado apresentados aos adeptos leoninos no intervalo do jogo com o FC Porto.


A equipa é liderada por Rinaldo Nocentini, um italiano que contabiliza 17 participações nas grandes voltas, tendo como melhor resultado o 12.º lugar na Volta a França de 2009, durante a qual envergou a camisola amarela em oito etapas.

Além de Nocentini, o Sporting-Tavira, que vai ser comandado por Vidal Fitas, conta ainda com David Livramento, Valter Pereira e Rafael Lourenço, que transitam do último plantel, os portugueses Luís Fernandes (ex-W52), Hugo Sabido (ex-Louletano) e Júlio Gonçalves (ex-Anicolor) e os espanhóis Jesus Ezquerra (ex-Activejet), Mario Gonzalez (ex-Activejet), Oscar Brea (ex-Efapel) e David de la Fuente (ex-Efapel).

"Criar o melhor projecto de ciclismo português não envolve apenas contratar sete ou oito atletas, juntá-los numa equipa e metê-los na estrada. Há toda uma estrutura que tem de ser montada e reforçada para fazermos bem a nossa missão e darmos apoio a esses atletas", referiu o diretor-desportivo Vidal Fitas, em comunicado divulgado também pela equipa.
Em: http://www.ojogo.pt/Modalidades/Ciclismo/interior.aspx?content_id=4961767
MM

Crono escalada Alcanena Capital da Pele.


Inscrições abertas para a Crono escalada Alcanena Capital da Pele
Categorias onde os participantes se podem inscrever:

 Masculinos:
Cadetes / Juniores - até aos 18 anos, nascidos entre 1998 e 2002...
Sub 23 / Elites - dos 19 aos 29 anos nascidos entre 1987 e 1997
Veteranos A - dos 30 aos 39 anos de idade nascidos entre 1977 e 1986
Veteranos B - dos 40 aos 49 anos de idade nascidos entre 1967 e 1976
Veteranos C - dos 50 anos em diante nascidos até 1966
Femininos:
Elites - dos 19 aos 29 anos nascidos entre 1986 e 1996
Veteranas - dos 30 anos em diante nascidos até 1985

Apenas para a classificação geral absoluta serão atribuídos prémios monetários nos seguintes valores:
1º Classificado geral absoluto: 100 € + Troféu
2º Classificado geral absoluto: 50 € + Troféu
3º Classificado geral absoluto: 25 € + Troféu
MM

travessia Terrugem - Terrugem.

Mais uma vez por altura do nosso aniversário iremos realizar mais uma travessia em estrada.
Para este ano propomos voltar a reviver as emoções de 2014.
Esta travessia com extensão de sensivelmente 220Kms ligará a Terrugem de Sintra a Terrugem de Elvas.
Iremos muito em breve colocar aqui todas as informações relativas a inscrições, condições e horários previstos.
Estejam atentos já que as vagas são bastante limitadas devido aos lugares no autocarro para o transporte de regresso de Elvas.
Até lá bons treinos.
Com um total de 1650 metros de acumulado positivo apresentamos o gráfico para ir estudando a estratégia.


MM

VIDAL FITAS


VIDAL FITAS
"FC Porto-W52 é um forte rival"

A Volta ao Algarve, a partir de 17 fevereiro, marca a estreia do Sporting-Tavira.
Até lá, com alguns treinos de permeio e novas bicicletas a chegar, a equipa entra em estágio no final deste mês
...
"Objetivos? Com este tipo de projeto, as pessoas querem que se ganhe", assume Vidal Fitas.
"Temos consciência disso e também queremos ganhar, sabendo que é preciso consolidar estruturas e dispor de logística adequada para que vencer seja uma constante.
Não posso afirmar que vamos ganhar todas ou quase todas as provas, mas queremos, garantidamente, criar o melhor projeto do ciclismo português e o mais ganhador", frisa.
Entre os rivais, Fitas destaca o FC Porto-W52 como "o mais forte", porque juntou um "lote de atletas bastante valioso".
Mas há outras equipas com argumentos para discutir as corridas.
 "A LA tem um bloco forte, com o Antunes e o Broco, tal como o Boavista, que dispõe do eterno Rui Sousa e de muita gente nova.
A Efapel tem no Joni Brandão uma aposta consistente e o Louletano, com o Benta e o Mateos, entra igualmente com hipóteses.
Vamos ter um pelotão equilibrado, com projetos de qualidade, embora o Tavira e a W52, à partida, disponham de alguma vantagem", refere.
Os dados estão lançados e Vidal Fitas congratula-se com os primeiros sinais.
 "A procura de equipamentos tem sido maior e até vocês, os média, revelam mais interesse.
Presumo que o ciclismo venha a crescer, o que é normal, face à entrada em cena dos grandes clubes, que cativam o público e disso podem tirar dividendos.
Depois, há toda uma tradição, como no caso particular do Sporting, cuja história na modalidade continua a ter em Joaquim Agostinho uma bandeira incontornável", sublinha.
A julgar pelo que se viu nestas últimas semanas, conclui Vidal Fitas, "a coisa promete".
MM

Dados do Strava podem estar a sêr usados por ladrões para assalto.

Saiba como se proteger!

Dados do Strava podem estar sendo usados por ladrões para assalto, saiba como se proteger!


Um acontecimento nada interessante está acontecendo no Reino Unido. A polícia de Gales, está promovendo uma campanha para que ciclistas alterem as configurações de suas contas em aplicativos como o Strava. O motivo é que, segundo a polícia da cidade de Dyfed-Powys, ladrões estariam analisando dados pessoais dos cilistas para planejar roubos.
Segundo o detetive Ciaran Ryan, ladrões utilizam a rede social dos aplicativos de treinamento para determinar onde ficam as residência de ciclistas e suas rotas de treinamento. “Os ladrões analisam a rota de treino e, mediante o ponto de início e o de término, é possível saber onde o ciclista mora”, diz Ryan.


Saiba como se proteger, configurando a zona de privacidade no seu Strava.
Esta configuração só pode ser feita pelo site so Strava, acessando sua conta)
Conecte com sua conta e vá em configurações/privacidade:
  • Você pode ocultar sua casa, escritório ou qualquer outros locais criando zonas de privacidade
  • Bloquear atletas individuais, impedindo-os de seguir você

Insira um local para ocultá-lo em seus mapas de atividades. Se sua atividade começa ou termina dentro de um raio de 200 m-1 km do endereço, o início e/ou fim da atividade ficará oculto para outros usuários.
Observe que se um segmento começa ou termina dentro de sua zona de privacidade, você não aparecerá na classificação do segmento e todas as conquistas que você obteve para aquele segmento serão removidas.

Ative o modo "Privacidade Aprimorada"
(Esta opção pode ser configurada pelo celular/smartphone)
Com este modo ligado:
  • Seu nome ficará anonimo para todos os atletas conectados;
  • Somente atletas do Strava que você aprovar podem seguir você;
  • Somente atletas do Strava que você aprovar podem visualizar as suas fotos;
  • Somente seguidores aprovados podem ver e baixar suas atividades em seu perfil no Strava

Com este modo desligado:
  • Qualquer pessoa pode visualizar o seu perfil;
  • Atletas do Strava podem seguir você;
  • Qualquer pessoa pode ver suas fotos;
  • Atletas do Strava podem baixar suas atividades

Ah, e só aceite seguidores conhecidos!
Boas pedaladas!
Fonte: Pedal.com.br


MM

Edição 2016 da Mêda100M.

INSCRIÇÕES ONLINE JÁ ABERTAS!
REGISTRATION NOW OPEN
REGISTRO EN LINEA AHORA ABIERTO!

Abriu o período de inscrições, a preço reduzido, da edição 2016 da Meda100M...marathon VALE D'ALDEIA!
Lembramos que os atletas federados de todas as categorias terão de obrigatoriamente fazer a sua inscrição no site oficial da prova.
Sejam muito bem vindos!
Now opeN the registration period at a reduced price, fore 2016 Meda100Marathon VALE D'ALDEIA!
We remember that federated athletes of all categories must necessarily make your application on the official race website.
Welcome!
Abrió el plazo de inscripción a precio reducido, para la edicion 2016 Meda100Marathon VALE D'ALDEIA!
Recordamos que los atletas federados de todas las categorías deben necesariamente hacer su solicitud en la página web oficial de la carrera.
Bienvenidos!

MM

Temos esperança que o Benfica esteja na Volta em 2017.

Joaquim Gomes, diretor da Volta a Portugal, afirmou ainda que o regresso a Setúbal e ao Alentejo enriquece a prova.


O diretor da Volta a Portugal em bicicleta disse que o regresso a Setúbal e ao Alentejo vem enriquecer a prova, durante a apresentação da penúltima etapa da edição de 2016, que vai começar em Alcácer do Sal.
"Se há quatro meses me tivessem perguntado se iria haver uma etapa a sul diria que era impossível.
O regresso de Setúbal e do Alentejo, que há vários anos estavam arredados do mapa da Volta, só vem enriquecer a Volta", sublinhou Joaquim Gomes.
Em: http://www.ojogo.pt/Modalidades/Ciclismo/interior.aspx?content_id=4987893


MM

Veloso reitera críticas a acusações de Bruno de Carvalho.

O espanhol Gustavo Veloso, bicampeão da Volta a Portugal, vai ter outras responsabilidades como chefe-de-fila do FC Porto. E, em declarações à agência Lusa, reiterou críticas ao presidente do Sporting, Bruno de Carvalho (BdC), que lançara suspeitas de doping sobre a W52, associada ao clube da Invicta. Para o ciclista, tudo se deveu ao rompimento do acordo com os leões.


"Não percebo o que o levou a fazer aquelas declarações. O que sei é que estou há três anos na W52 e nunca tivemos problemas. Terá sido mais um momento de raiva por as coisas não terem saído bem. A equipa está tranquila e a treinar duramente. Falou e não disse nada. Só deixou as insinuações no ar", criticou Gustavo Veloso.

O galego, de 35 anos, está motivado com o novo projeto dos dragões: "Fiquei surpreendido. Não sei como vou reagir, com a estrada cheia de adeptos e não adeptos, mas será uma boa experiência esta situação. Vamos fazer o melhor para que todos fiquem contentes."
MM

Pinto da Costa: «Vamos dando as pedaladas certas»

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, afirmou este sábado que um dos objetivos da recém-criada equipa de ciclismo do clube passa por participar em provas internacionais da modalidade.

A garantia foi deixada pelo líder do emblema azul e branco na apresentação oficial da equipa W52/FC Porto/Porto Canal, que decorreu no museu do clube nortenho, na qual marcaram presença os 12 corredores que vão integrar a formação.

"Temos de começar pelas estradas portuguesas, mas o objetivo é também ir correr para estradas de outros países", disse o dirigente, embora vincando que é necessário um percurso de evolução cauteloso.

"Vamos fazer as coisas no seu tempo, dando as pedaladas certas, e não queremos cortar a meta antes de passar pelas estradas. Um dos objetivos é termos também acesso às provas internacionais", completou.

Pinto da Costa referiu que voltar a ter uma equipa de ciclismo de dragão ao peito era um sonho seu, mas também "o sonho de muita gente por esse país fora".

"Ainda hoje encontro em localidades bem longe da cidade do Porto pessoas que me dizem gostarem do FC Porto por causa do ciclismo, porque viam passar os nossos grandes campeões, e ganharam uma afeição e um elo de ligação ao clube", sublinhou.

O presidente do emblema da Invicta mostrou a convicção de que o regresso do FC Porto ao ciclismo será duradouro, considerando que foi encontrado o parceiro certo para este desafio.

"Tive desde início com Adriano Quintanilha [principal patrocinador da equipa] um relacionamento exemplar. Foi o parceiro ideal para termos esta relação, estou certo que este projeto vai perdurar além do contrato que assinámos", vincou Pinto da Costa.

O proprietário da marca W52 mostrou igual convicção, confessando ser uma "honra participar nesta parceria", garantindo "empenho da equipa para dar alegria aos associados e adeptos do FC Porto pelas estradas de Portugal".

Isso mesmo vincou também Nuno Ribeiro, diretor desportivo da equipa, de quem Pinto da Costa confessou ser o seu corredor de eleição quando este ainda competia.

"Como portista fico muito orgulhoso de ouvir essas palavras, e prometo agora, em outras funções, dignificar ao máximo a camisola do FC Porto", garantiu o técnico.

Como porta-voz dos ciclistas da equipa, o espanhol Gustavo Veloso, vencedor das duas últimas edições da Volta a Portugal, assegurou que "todo o grupo sente a responsabilidade de envergar o símbolo do FC Porto", e garantiu uma "equipa experiente e com espírito vencedor".

Nesta apresentação da W52/FC Porto/Porto Canal já esteve integrado o mais recente reforço da equipa, o corredor algarvio Ricardo Mestre, ex-Team Tavira, que, aos 33 anos, e contando já no currículo com um triunfo na Volta a Portugal, vem conferir mais experiência à equipa.

Além de Gustavo Veloso e Ricardo Mestre, integram a formação António Carvalho, Daniel Freitas, João Rodrigues, Joaquim Silva, Juan Perez Martin, Rafael Reis, Raul Alarcon, Rui Vinhas, Samuel Caldeira e Ángel Rebolido.

MM

Indignação no funeral de ciclista.

Um silêncio de tristeza, rasgado por lamentos de consternação, rostos carregados e olhos marejados de lágrimas, marcaram este sábado o semblante das centenas de pessoas que se deslocaram à Urqueira, em Ourém, para se despedirem de Tiago Valério, o ciclista de 26 anos que morreu na quinta-feira, após ter sido colhido durante um treino.
No cortejo fúnebre, a contrastar com a predominância de vestes negras do luto, eram visíveis camisolas e capacetes coloridos, envergados por dezenas de ciclistas, equipados a rigor, que, acompanhados das bicicletas, quiseram prestar homenagem a um jovem "que amava o ciclismo e fazia questão de pôr toda a gente bem-disposta", desabafou ao JN um dos atletas presentes.
Em: http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Santar%E9m&Concelho=Our%E9m&Option=Interior&content_id=4995977


MM

Planeamento da Boa Nutrição Desportiva.


Planeamento da Boa Nutrição Desportiva
As refeições antes do exercício são muito importantes e devem ser consideradas como parte da preparação do atleta para o desempenho ideal.
Não só antes da competição ou desporto intenso, mas também antes das sessões de treino.
Tipo e quantidade de alimentos
...

O objectivo nutricional da refeição pré-exercício é reforçar as reservas de glicogénio nos músculos e no fígado para utilização durante o desporto.
Os níveis de líquidos também devem ser elevados para garantir uma hidratação adequada.
Os intestinos devem sentir-se confortáveis durante o exercício, ou seja, sem se sentir “cheio” e sem estar com fome, e o atleta deve-se sentir confiante e pronto para o esforço que vai desempenhar.
Timing
Se consumir uma grande refeição, é necessário mais tempo para a digestão, por isso, é importante tomá-la 3 a 4 horas antes da prática desportiva.
Se a refeição é mais um petisco, tente 1 a 2 horas antes.
Nutricionalmente, alimentos ricos em hidratos de carbono e com baixo teor de gordura são a melhor fonte de energia.
Os hidratos de carbono são assimilados directamente sob a forma de glicose, o combustível que o corpo vai usar.
A gordura vai retardar a digestão, levando mais tempo para que o alimento seja absorvido, deixando o desportista a sentir-se desconfortável.
Líquidos
A quantidade de líquido consumido é tão importante para a nutrição desportiva como os alimentos.
O corpo não armazena água como faz com outros nutrientes e é vital para o desempenho e saúde estar bem hidratado antes de um treino ou competição.
Certifique-se que bebe muitos líquidos durante o dia, bem como imediatamente antes, durante e após a prática do desporto.
Se os nervos são um problema para o desportista, ou se tem de comer muito perto de um evento, a refeição antes do exercício pode ser tomada como uma bebida ou como um substituto de refeição em forma de líquido.
Estes alimentos serão digeridos mais rapidamente e vão reduzir o desconforto estomacal. Complementarmente, também irá ajudar a aumentar a ingestão de líquidos.
Experiementação
Antes de um evento importante, experimente sempre o tipo, quantidade e horários das refeições antes das sessões de treino.
Esta verdadeira “experiência” de nutrição desportiva vai-lhe permitir encontrar as refeições que realmente melhor funcionam para si.
Se for necessária ajuda no planeamento de um padrão alimentar, a melhor orientação será através de um nutricionista de desporto qualificado, que o possa ajudar a estruturar uma alimentação saudável para a prática desportiva.
Seja organizado
O segredo é ser organizado e planear com antecedência.
O desportista deve ser o responsável pelo seu próprio padrão de alimentação que melhor contribua para o seu sucesso. Uma boa nutrição desportiva fará a diferença para a performance.

MM

RAMPA dos ciclistas.

No dia da Cidade Vamos Retomar uma Antiga Prova de Santarém.

 RAMPA dos ciclistas, 700 metros com 10% de Inclinação.
ACEITAS O DESAFIO ?
MM

sábado, 23 de janeiro de 2016

CICLISTAS DA GIANT-ALPECIN ATROPELADOS ENQUANTO TREINAVAM.

Hoje, uma parte da equipa da Giant-Alpecin foi atropelada em Espanha enquanto treinava, no seu habitual estágio de inverno.
Segundo algumas informações, seis corredores ficaram mal tratados, sendo que o estado de um deles será mais delicado, sendo transportado por helicóptero para um hospital perto de Calpe. Uma imagem de um meio de comunicação espanhola divulgou uma foto, onde aparecem várias bicicletas da equipa caídas e em mau estado.

Link permanente da imagem incorporada
Bicicletas da equipa Giant-Alpecin (Fonte: http://www.diarioinformacion.com/)
Segundo alguns meios de comunicação franceses, Warren Barguil é um dos envolvidos. 

No entanto, a equipa na sua conta oficial de Twitter já veio comunicar que todos os corredores estão numa condição estável e que apenas foram ao hospital para fazer uma verificação, habitual nestas situações.

MM

Equipa W52-FC Porto

Revelada na apresentação oficial da equipa W52-FC Porto - Porto Canal, a bicicleta KTM Bike Industries Revelator veste de corpo e alma os objectivos da equipa! O que acham da KTM Revelator da equipa? Partilhem as V/ opiniões!
http://bit.ly/ktm-bike-pt-2016-revelator

MM

JOVEM CICLISTA DE 26 ANOS MORRE VÍTIMA DE ATROPELAMENTO

Há quatro dias, Tiago Valério tinha publicado 

na sua página Facebook um pedido de respeito 

pelos ciclistas, alertando que não são  obstáculos.



Um jovem ciclista, praticante de BTT, morreu esta quinta-feira, dia 21 de Janeiro, ao início da noite, depois de ter sido atropelado por um automóvel na noite anterior. Tiago Peixoto Valério, de 26 anos, residente no concelho de Ourém, estava em coma nos cuidados intensivos do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. 
O anúncio da sua morte chegou pouco antes da realização de uma vigília de oração e reflexão, promovida por colegas ciclistas, no Santuário de Fátima. 
Na sua página no Facebook estão a ser publicadas múltiplas mensagens de pesar e de condolências.
Morte gerou uma onda de contestação entre amigos
O acidente ocorreu na noite de quarta-feira, dia 20, na estrada da Loureira, próximo de Fátima. 
Tiago Valério estaria a treinar, como habitualmente, com alguns elementos da equipa do Fátima BTT quando foi colhido com violência por um automóvel ligeiro de passageiros. A vítima foi socorrida pelos Bombeiros Voluntários de Fátima, com o auxílio da equipa médica da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Tendo em conta os graves ferimentos, o jovem foi transportado para os Hospitais da Universidade de Coimbra (Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra).
O ciclista permaneceu menos de 24 horas nos cuidados intensivos, em estado de coma, ligado a ventiladores. Tiago não resistiu aos ferimentos, tendo morrido ao início da noite desta quinta-feira, dia 21, pouco antes de ser realizado um momento de oração no Santuário de Fátima. Os seus colegas do Fátima BTT anunciaram aquela iniciativa: “Acreditamos que Deus te ajudará na recuperação, contudo hoje iremos pedir, pedir a Deus, para que esta recuperação seja o mais rápido possível”.
Quatro dias antes do violento acidente, Tiago Valério tinha partilhado na sua página do Facebook uma publicação da Polícia de Segurança Pública (PSP), onde era pedido aos automobilistas “respeito pelos ciclistas”. “Eles não são obstáculos, fazem parte do trânsito”, lê-se. Também na mesma página, há dois dias, a sua namorada tinha assinalado o aniversário da relação dos dois. No mesmo mural, a jovem deu conta do atropelamento que colocou o namorado “entre a vida e a morte”. Ana Marques viria esta noite a anunciar: “Acabamos de perder o meu anjinho. Amo-te Tiago, vais ficar para sempre no meu coração. Amo-te”.
MM

Casados - Solteiros.


Principal diferença entre Solteiros, Casados e Divorciados!
Uma simples ilustração que mostra a diferença na realidade das pessoas! :)
Casado
MM

INFLUÊNCIA DE PESO NO CICLISMO NA HORA DE UMA SUBIDA.


Influência de peso no ciclismo na hora de uma subida
O pessoal do site Cycling Weekly publicou um vídeo sobre um teste de peso vs. subida, para saber a diferença no tempo de um ciclista subindo com diferentes pesos.
O teste teve a meta de manter em 300 watts de potência em uma subida e subir três vezes. Na primeira vez o ciclista subiu sem nenhum peso a mais, na segunda subiu com 5kg adicionado e na terceira com mais 5kg.
Seguem resultados:
Primeira subida com 71Kg
Tempo: 6 mins 43 seg
Velocidade média: 21,6kph
Segunda Subida com 76Kg
Tempo: 6 mins 59 seg
Velocidade média: 20,7kph
Terceira subida com 81Kg
Tempo: 7 mins 20 seg
Velocidade média: 19,7kph

MM

3ª maratona BTT Joaquim Agostinho


MM

PETER KONING FAZ UMA ETAPA ÉPICA E CONQUISTA A ETAPA E A LIDERANÇA.


PETER KONING FAZ UMA ETAPA ÉPICA E CONQUISTA A ETAPA E A LIDERANÇA
E ao terceiro dia de prova, tivémos a primeira fuga a ter êxito. O grande vencedor foi o australiano Peter Koning, que aguentou todo o dia na frente, e chegou com mais de 1 minuto e meio de vantagem para o grupo dos favoritos, conseguindo, também, arrebatar a liderança da prova.
Mais um dia excelente para a prática da modalidade em terras sul-americanas, com boas temperaturas e bastante sol. Nos primeiros quilómetros da etapa, Elías Tello (SEP), Gonzalo Nájar (Chile), Emmanuel Guevara (San Luis) e Peter Koning (Drapac) escaparam e conseguiram chegar aos 6 minutos e meio de vantagem.
A etapa decorreu com bastante traquilidade, com os ciclistas da fuga a entenderem-se às mil maravilhas, e o pelotão, comandado pelas equipas da Tinkoff e da Etixx-QuickStep a controlarem as operações. No entanto, nas primeiras rampas do Mirador del Potrero, o holandês da Drapac atacou em busca da vitória na etapa. O pelotão bem se tentava aproximar de Koning mas este resistia, ao contrário de grande parte do pelotão que ia ficando para trás. Na frente passaram, para além dos favoritos, Fernando Gaviria e Peter Sagan. O campeão do mundo bem tentou anular a fuga, na descida, no entanto já era tarde e tinha que se contentar pela luta pelo segundo posto. 
No final, Peter Koning teve a merecida vitória, com Fernando Gaviria a vencer, com relativa facilidade, o sprint pelo segundo lugar, à frente de Travis McCabe e Peter Sagan. André Cardoso esteve muito bem na etapa de hoje, chegando no 13º posto, com o mesmo tempo de todos os favoritos. De destacar, ainda, a perda de mais de 2 minutos pelo vencedor do ano transacto Daniel Diaz.
No dia de amanhã, disputa-se a 4ª etapa, entre Terrazas del Portezuelo e Cerro El Amago, onde após mais 140 quilómetros devemos ter nova mudança na camisola da liderança porque vamos ter a primeira chegada em alto da prova.

Top 5 da etapa: 
1. Peter Koning (Drapac Professional Cycling) 03h 08' 41'' 
2. Fernando Gaviria (Etixx-QuickStep) + 01' 37'' 
3. Travis Mccabe (Holowesko / Hincapie Sportswear) + 01' 37'' 
4. Peter Sagan (Tinkoff Team) + 01' 37'' 
5. Mauro Abel Richeze (San Luis Somos Todos) + 01' 37''

Top 5 da classificação geral:
1. Peter Koning (Drapac Professional Cycling) 07h 57' 43'' 
2. Fernando Gaviria (Etixx-QuickStep) + 00' 06'' 
3. Maximiliano Richeze (Etixx-QuickStep) + 00' 22'' 
4. Rodrigo Contreras (Etixx-QuickStep) + 00' 22'' 
5. Dayer Quintana (Movistar Team) + 00' 30''


MM

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Emily Batty.

Emily Batty – Canadian Olympic Cyclist.
Emily Batty - Canadian Olympic Cyclist http://selfieonbike.com/emily-batty-canadian-olympic-cyclist-30-photos/
Emily Batty - Canadian Olympic Cyclist http://selfieonbike.com/emily-batty-canadian-olympic-cyclist-30-photos/
MM

Aumente seu hematócrito com o auxílio da alimentação!



Aumente seu hematócrito com o auxílio da alimentação!

Hematócrito é um valor importante no exame de sangue, que serve para analisar a quantidade das células vermelhas, conhecidas como glóbulos vermelhos (eritrócitos) ou hemácias.
Os glóbulos vermelhos são responsáveis pelo transporte de oxigênio que respiramos e repassa a todo organismo, para que este possa desempenhar suas funções corretamente.
A hemoglobina é uma proteína e está presente nos glóbulos vermelhos,  tem como função o transporte de oxigênio no organismo, quando se encontra abaixo dos valores ideais, há um prejuízo no transporte de oxigênio para o corpo e este acontecimento é extremamente prejudicial para a produção de energia e recuperação do atleta.

Causas do hematócrito elevado:
– maior número de glóbulos vermelhos;
– desidratação, quando o volume do plasma é reduzido;
– baixo nível de oxigênio no sangue;
– eritrocitose (aumento anormal das células vermelhas);
– policitemia (excesso de células vermelhas no sangue);
– doença pulmonar ou cardíaca congênita.
Causas do hematócrito baixo:
– anemia;
– desnutrição;
– falta de vitamina B12, ácido fólico ou ferro;
– hiper-hidratação;
– sangramento;
– leucemia.
Pode ser aumentado também através do hormônio chamado eritropoetina (EPO) naturalmente produzido no rim (90%) e fígado (10%), este estimula a medula óssea a elevar a produção dos glóbulos vermelhos ou pelo uso medicinal desta substância, sua utilização é contra-indicada e proibida pela agencia mundial antidoping (WADA).
Outra maneira de estimular a produção desse hormônio é através do treinamento em altitude, onde os tecidos tendem a entrar em hipóxia (baixa concentração de oxigênio) e desta maneira a eritropoetina é fabricada e levada para o sangue até a medula óssea, proporcionando um aumento do hematócrito.
Os nutrientes que elevam os glóbulos vermelhos são a vitamina B9 (ácido fólico) e vitamina B12 (cianocobalamina). Quanto à síntese de hemoglobina é necessário ferro, aminoácidos e vitamina B6. Nosso corpo não sintetiza estes nutrientes, portanto deve ser ingerido através da alimentação.
A vitamina B12 e a B9 são necessárias para a síntese de glóbulos vermelhos, como também tem a função de ajudar na síntese do DNA. A deficiência de vitamina B12 e ácido fólico resulta em anemia megaloblástica, esta deficiência pode ser devido à baixa ingestão desta vitamina ou dificuldade na absorção.
O ferro é necessário para produção de hemoglobina e tem como função o transporte de oxigênio no organismo e produção de energia. Quando a concentração de hemoglobina está abaixo dos limites estabelecidos, caracteriza um quadro de anemia. A vitamina C é importante para ajudar na absorção de ferro. O diagnóstico de deficiência de ferro é realizado com base no teor de hemoglobina (anemia ferropriva), ferro sérico (ferro disponível) e ferritina (ferro estocado).
Alimentos ricos em vitamina B12: produtos de origem animal como leite, carne bovina, aves, peixes, queijos e ovos.
Alimentos ricos em vitamina B9 (ácido fólico): vegetais verdes escuros (brócolis e outros vegetais), feijão, lentilha, fígado, carne magra, levedura e nozes.
Alimentos ricos em ferro: carne vermelha, fígado, frutos do mar, ovos, legumes, cereais fortificados, frutas secas, grãos integrais, vegetais verdes escuros, nozes, castanha e sementes.
Alimentos ricos em vitamina B6 (piridoxina): germe de trigo, levedura, fígado, cereais integrais, legumes, batata, banana e aveia.   
Benefícios em relação a atividade física: quando há mais glóbulos vermelhos, tem mais oxigênio para ser transportado no sangue, por conseqüência maior aporte de oxigênio para o músculo, assim quanto maior o hematócrito maior resistência ao exercício.
Pesquisas revelam melhora no rendimento após suplementação de ferro, como aumento do VO2 máx., tempo maior de execução de exercício de resistência, diminuição dos níveis séricos de lactato.
Para haver um aumento de hematócrito é preciso 2 a 3 semanas de treinamento junto com o aporte correto dos nutrientes mencionados, esse aumento pode chegar a 8-10%.
O atleta deve seguir um plano alimentar balanceado, para não apresentar deficiência. Os nutrientes possuem níveis máximos toleráveis de ingestão (UL) e este limite não deve ser ultrapassado na ingestão diária.
Para que haja uma intervenção nutricional adequada, é necessário realizar exames laboratoriais periodicamente e consequentemente, manter o estado nutricional adequado.
MM