domingo, 17 de julho de 2016

“Só assim para ser notada”

“Só assim para ser notada”, diz ativista nua em pedalada.

É preciso coragem para tirar a roupa em público. 
No entanto, muitas vezes o esforço vale a pena, especialmente se for por uma boa causa.
 Este é o caso da activista inglesa.
“Só assim para ser notada”, diz ativista nua em pedalada
Apesar de atrair os olhares curiosos de alguns “pervertidos”, como ela mesma define e a quem grita para ir embora enquanto se despe e pinta o corpo com as palavras “Queime calorias, não combustíveis”, a jovem participa pelo terceiro ano consecutivo da “World Naked Bike Ride” , em Londres, com o intuito de aumentar a conscientização sobre os direitos dos ciclistas nas ruas.

“Não me sinto envergonhada em ficar nua a céu aberto. 
Acho que alguns são apenas pervertidos, fora isso, se tirar a roupa aumenta a consciencialização para a causa, é uma coisa boa. Só assim para ser notada [no trânsito]”, disse Caroline em entrevista ao Terra.
onatalense
Adepta da bicicleta como meio de transporte em Londres, uma das cidades mais movimentadas do mundo, Caroline explicou os motivos pelo quais faz questão de participar do evento, que acontece desde 2004.
“Em primeiro lugar, é uma causa muito boa por lutar contra a dependência de combustíveis fósseis e para aumentar a conscientização de que devemos usar menos carros e pedalar mais. 
Ao mesmo tempo, o protesto aumenta a conscientização de como somos vulneráveis como ciclistas nas ruas, porque ficar pelada, realmente mostra como somos vulneráveis”, justifica.
A jovem ativista, que é consultora financeira, defende o uso de bicicletas tanto para ir ao trabalho quanto para fazer coisas corriqueiras, dispensando também, na maioria das vezes, o uso de transporte público.
“Eu pedalo diariamente. Faço tudo de bicicleta, vou pro trabalho, encontro meus amigos. Não uso metrô. Caso realmente necessite, talvez use o ônibus, mas prefiro pedalar para todos os lugares.
 É uma maneira mais saudável e, ao mesmo tempo, mais sustentável em relação ao meio ambiente”.
Acidentes no trânsito
Por outro lado, muitas vezes os ciclistas podem correr o risco de se envolver em acidentes no trânsito.

“Tive três acidentes de bicicleta apenas neste ano, um carro acabou me pegando de surpresa e bateu em mim. 
Por isso, protestar e ser ativa é algo que é necessário para aumentar a conscientização.
 E claramente, como todos vocês podem ver, é assim que fazemos. Nus”, acrescentou Caroline.
De acordo com dados do Departamento de Transporte do Reino Unido, 22.988 acidentes e 80 mortes envolvendo ciclistas foram registradas em Londres nos últimos cinco anos.
“Ficando nua acho que aumenta a exposição e faz com que as pessoas entendam melhor a mensagem que queremos passar. 
Fazer apenas uma grande pedalada claramente não é o suficiente em uma época na qual as pessoas precisam de um drama maior e, até mesmo, coisas loucas para chamar a atenção delas, porque geralmente as pessoas são muito desligadas”, finalizou Caroline.
Fonte: Terra 
MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.