terça-feira, 31 de março de 2015

PASSEIO CICLOTURISMO SOLIDÁRIO.


PASSEIO CICLOTURISMO.
VAI QUEM QUER..
LÊ QUEM QUER.
E AJUDA QUEM QUISER.
«« ESTA IMAGEM FOI RETIRADA DO GOOGLE.
ESPERO NÃO FERIR A MORAL DE NINGUÉM, NEM A SUSCEPTIBILIDADE.»»

                         


MM

segunda-feira, 30 de março de 2015

Hubless Sada bicicleta pode ser dobrado para o tamanho de um guarda-chuva.

Sada Bycicle, design dobrável bicicleta, bicicletas dobráveis, bicicletas de economia de espaço, design de bicicleta, de bicicleta portátil, bicicleta transformável, transporte verde, design de bicicleta da cidade, as tendências de ciclismo, design verde
Sada Bycicle, foldable bicycle design, foldable bikes, space-saving bicycles, bicycle design, portable bicycle, transformable bicycle, green transportation, city bike design, cycling trends, green design
Bikes dobráveis ​​foram em torno de algum tempo, mas Sada Bycicle empurra os limites do design que economiza espaço, dobrando para o tamanho de um guarda-chuva. Esta moto hubless apresenta um quadro que se dobra afastado para máxima portabilidade - ele pode até mesmo ser embalado em uma mochila de tamanho normal!

 O Sada bicicleta
Sada Bycicle, foldable bicycle design, foldable bikes, space-saving bicycles, bicycle design, portable bicycle, transformable bicycle, green transportation, city bike design, cycling trends, green design
Sada Bycicle, design dobrável bicicleta, bicicletas dobráveis, bicicletas de economia de espaço, design de bicicleta, de bicicleta portátil, bicicleta transformável, transporte verde, design de bicicleta da cidade, as tendências de ciclismo, design verde
O Sada bicicleta tem uma dimensão padrão de bicicleta com rodas de 26 polegadas que estão ligados à estrutura usando um sistema de ancoragem. Toda a estrutura pode ser dobrada com um único movimento e embalado num recipiente que também pode ser usado como uma mochila.

O projeto centra-se em vantagens de economia de espaço da moto. Ao contrário da maioria bicicletas, que normalmente recebem a sua força de tensão nos raios, a força da Sada de bicicleta é colocado no aro. Isso adiciona peso para a roda exterior, o que pode se tornar um problema de desempenho. Contudo, o protótipo é actualmente concebido como um modelo para a cidade. O designer está à procura de financiamento, a fim de continuar a desenvolver o projeto, o que poderia permitir que ele para enfrentar a questão do peso e fabricar um modelo que combina design da bicicleta de peso leve com alta performance.

Leia mais: Hubless Sada bicicleta pode ser dobrado para o tamanho de um guarda-chuva | Inhabitat - Sustainable Design Innovation, Eco Arquitetura, Construção Verde

MM

domingo, 29 de março de 2015

Jogo dá prémios a quem abdicar do carro para ir trabalhar.




mobi

Jogo dá prémios a quem abdicar do carro para ir trabalhar.

Mariana Carvalho1-MariaBicicleta
A deslocação casa-trabalho com recurso a meios mais sustentáveis do que o automóvel particular ganhou a forma de jogo, com prémios e tudo. A ideia foi lançada na Holanda em 2012 e vai começar a ser aplicada em Portugal na próxima segunda-feira pela empresa ANA, que gere os aeroportos nacionais.
Chama-se De5Para4 e tem como principal objetivo reduzir o número de pessoas que se deslocam para o trabalho de carro. O nome sugere a redução do uso do automóvel nos cinco dias para apenas quatro, passando a recorrer a outras formas de transporte, entre elas a bicicleta, ou a trabalhar a partir de casa no quinto dia.
O principal objetivo do jogo, que é completamente gratuito e funciona na internet e nos smartphones, é “combater o congestionamento do tráfego e contribuir para um Portugal sustentável, melhorando a imagem das organizações” que aderirem à ideia.
A ANA tem um universo de cerca de 1200 funcionários distribuídos pelos quatro aeroportos do continente (Lisboa, Porto, Faro e Beja), quatro dos Açores (Ponta Delgada, Horta, Santa Maria e Flores) e dois na Madeira (Funchal e Porto Santo).
O objetivo da adesão da gestora aeroportuária ao jogo é consciencializar os seus funcionários para a importância da mobilidade sustentável, alertando-os igualmente para a importância de combater o sedentarismo e optar por estilos de vida mais saudáveis, explicou ao Pedais.pt o responsável do departamento de recursos humanos da empresa Pedro Soares, ciclista que se desloca para o trabalho de bicicleta “há ano e meio”.
Inicialmente, o projeto foi iniciativa de duas empresas holandesas que desenvolveram e começaram a pôr em prática, ainda em 2012, mas posteriormente foi-lhe reconhecido o interesse e a importância na promoção de modos de transporte alternativos e a União Europeia decidiu promover o jogo, apoiando financeiramente a sua divulgação e aplicação, a que aderiram até agora seis países, entre os quais Portugal, explicou ao Pedais.pt um responsável da TIS – Consultores em Transportes, Inovação e Sistemas, empresa que está a dinamizar o D5P4 a nível nacional.
Na Holanda, o jogo surgiu como forma de diminuir os congestionamentos do tráfego automóvel, acrescentou João Bernardino.
O efeito foi uma descida de 27 por cento no uso do automóvel no percurso casa-trabalho entre os aderentes ao jogo, que integra o projeto europeu MOBI – Promovendo a Mobilidade Inteligente entre Trabalhadores, do programa Intelligent Energy Europe.
Embora a Holanda seja o país do mundo onde percentualmente mais população usa a bicicleta como meio de transporte diário – um em cada três holandeses vão para o emprego a pedal – as autoridades do país continuam apostadas em reduzir os engarrafamentos que persistem e em baixar a taxa de utilização do automóvel particular, trocando-o por outras formas de deslocação.
O jogo está delineado para ser usado em empresas e vai dando dicas aos aderentes sobre as consequências positivas e negativas acerca do modo como se deslocam para o trabalho, ao mesmo tempo que lhes vai atribuindo uma classificação dentro do coletivo que integra, para estabelecer o vencedor quando terminar o desafio, que no caso da empresa portuguesa ANA será no final de maio. Os prémios, a definir pelas empresas aderentes, serão individuais e coletivos.
As vantagens da adesão ao jogo são evidentes também na perspetiva das empresas. “Está provado através de estudos realizados que as pessoas que se deslocam de bicicleta faltam menos ao trabalho [por serem mais saudáveis] e têm um melhor desempenho” profissional, exemplificou João Bernardino.
O responsável da TIS revelou ao Pedais.pt que outras empresas com elevado número de quadros também já se mostraram interessadas no jogo, mas cujos nomes serão apenas revelados no caso de se concretizar a adesão à iniciativa.
O jogo De5Para4 vem juntar-se a outras iniciativas já em prática para incentivar a recurso a formas de mobilidade sustentáveis, como sucede com o selo para empresas atribuído pela associação de promoção do uso da bicicleta MUBi, ou das ações promovidas pela agência municipal Lisboa E-Nova.

M.M.

Pinarello Dogma F8 personalizada de Bradley Wiggins, Belíssima.

Olhem só que quadro magnífico que a Pinarello fez especificamente para Sir Bradley Wiggins.
M.M.

Mulheres e Bikes!

Mulheres e Bikes! (59 fotos).

3
Mais em: https://tabernadozezim.wordpress.com/2013/07/08/mulheres-e-bikes-59-fotos/

MM

Gifs.







MM

Discos personalizados.


E que tal comprar uns discos personalizados??
MM

sexta-feira, 27 de março de 2015

Lesões nos joelhos são comuns entre ciclistas.

A condropatia patelar é uma das lesões mais comuns naqueles que andam de bicicleta com frequência, segundo um cirurgião ortopedista especializado em trauma ortopédico e cirurgia de joelho.
O problema é um desgaste da cartilagem da patela (ou rótula), osso que protege a parte anterior da articulação do joelho.
O ortopedista explica que, durante a pedalada, os joelhos realizam movimentos cíclicos de flexão e extensão (esticar e dobrar) que levam a patela a subir e descer em contato com uma região do fêmur onde ela se articula.
 “Quando o joelho fica dobrado além de 40 graus, seja pedalando ou em qualquer outra situação, a patela passa a fazer contato com uma região do fêmur chamada tróclea e isso pressiona a cartilagem que reveste essas duas estruturas.
Quanto maior o grau de flexão do joelho, maior é a pressão que recai sobre a cartilagem dessas estruturas, o que pode levar à lesão”, explica.

Segundo o médico, isso ocorre, principalmente, quando o ciclista posiciona o selim da bicicleta numa altura muito baixa, fazendo com que os joelhos tenham graus altos de flexão, aumentando a carga (força de atrito) que passa na articulação patelo-femoral e desgastando a cartilagem desta região. Além disso, quando o ciclista realiza esforços maiores, como uma subida, a pressão que passa na articulação patelo-femoral aumenta ainda mais, contribuindo para o desgaste articular.
http://www2.uol.com.br/JC/_ne10/cotidiano/foto/kit_bike.jpg


 O tratamento para lesões no joelho requer avaliação adequada e individual.
O médico afirma que é preciso considerar o equipamento utilizado pelo ciclista e também a técnica de pedalada.
Quando uma inconformidade é detetada, ela deve ser corrigida.
Problemas como altura do selim ou alinhamento dos joelhos em relação aos pés durante o movimento cíclico de pedalada são exemplos citados por ele como potenciais problemas na prática da atividade física. "Além disso, deve-se buscar o equilíbrio da musculatura da coxa e panturrilha com adequação da força e alongamentos musculares”, ressalta o profissional.

EVITANDO LESÕES - Uma bicicleta bem ajustada e adequada a altura e peso do ciclista vão contribuir para evitar grandes lesões.
O ângulo de ataque do pedal também pode influenciar no desgaste sofrido pelo corpo do atleta ao andar de bicicleta. Segundo um fisioterapeuta, especialista em adaptação de bikes a ciclistas, o ideal é que a pessoa peça orientação desde o momento da compra do equipamento.
"Você deve pedir orientação na própria loja onde vai comprar ou realizar a manutenção da bicicleta para encontrar alguma que mais se aproxime da sua anatomia.
O ideal, porém, é realizar um bike fit (adaptação da bicicleta a anatomia do ciclista), pois cada corpo tem uma anatomia diferente e um ajuste personalizado proporcionará mais saúde e conforto durante o pedal", afirma.

M.M.

Bicicletas são usadas como ambulâncias em comunidades isoladas da África.

As bicicletas vêm sendo usadas como viaturas de emergência em Uganda, um dos países mais pobres do continente africano. Batizados de bicycle ambulances, os veículos são uma alternativa mais barata para cruzar regiões isoladas e ainda levar esperança e qualidade de vida à população carente.






   As bicicletas de primeiros socorros começaram a ser utilizadas nas regiões isoladas do Uganda devido aos baixos custos e à rapidez que os veículos sustentáveis têm para passar por estradas improvisadas e caminhos alternativos. Assim, nos desoladores cenários do país do leste africano, as bikes equipadas com macas e aparelhos atendem feridos, enfermos e ainda agilizam o atendimento das mulheres em trabalho de parto.



   De longe, o sistema de atendimentos emergenciais parece simples: os profissionais usam as bicicletas tanto para transportar os pacientes até os hospitais mais próximos, como para entregar medicamentos às comunidades e levar médicos para atendimentos nos locais das ocorrências. No entanto, o serviço depende dos recursos de várias ONGs e instituições, que fazem a iniciativa sobreviver no Uganda, um dos países mais endividados do mundo.






   É certo que o desempenho das bicicletas não pode ser comparado às ambulâncias tradicionais, mas o uso das bikes de primeiros socorros no país africano propaga a cultura dos dois pedais, ajudando a ampliar a expectativa de vida destas pessoas e até mesmo encorajando alguns moradores destas áreas a comprarem suas próprias bikes.






   Não é só nas regiões carentes do mundo que as bicicletas vêm sendo utilizadas como viaturas: em algumas cidades do Reino Unido, como Norwich, Oxford e Londres, elas são utilizadas para driblar o trânsito e chegar mais rápido à ocorrência – as autoridades públicas do Reino Unido comprovaram que as bikes conseguem atender a 98% dos chamados, enquanto as ambulâncias têm sucesso em apenas 75% deles.






   As bicicletas também são utilizadas como viaturas de emergência no Brasil. Em várias cidades, policiais e guardas usam o modal sustentável para se locomover em pontos estratégicos, locais e horários em que o tráfego é mais intenso.

MM

Bicicletas não-convencionais.


BierBike   

BierBike
Que a bicicleta é um modo prático, limpo, barato, divertido e fácil de se locomover, nós já sabemos. Agora, existem algumas pessoas que sempre pensam em melhorar (ou não) cada um desses aspetos citados, sejam eles juntos ou separados. Logo, de tempos em tempos nos deparamos com algumas novidades criadas por esses “inventores”. No campo da bicicleta existem algumas coisas interessantes – e outras também muito diferentes -, bicicletas dobráveis, de madeira, para quatro pessoas, circulares, de sofá e por aí vai… Foi por essas inúmeras invenções que o Arquitetônico fez uma lista destas bicicletas nada convencionais:
A WobbleBike
Esta bicicleta parece ser comum mas na verdade ela possui um mecanismo que permite que a parte da frente se dobre e seja independente da parte de trás. Apesar de ser difícil andar em uma Wobblebike, os apreciadores desta bike dizem que ela é muito eficiente para desviar das pessoas quando se está andando no meio de uma multidão.
Bicicleta Esteira
Se você não consegue decidir se prefere caminhar ou andar de bicicleta, esta é a sua bike. Como o nome já diz, uma esteira é colocada sobre duas rodas, e conforme você caminha a esteira faz as rodas girarem. Assim você pode aproveitar e fazer a academia ao ar livre. Veja no vídeo abaixo como deve ser muito divertido!
Bicicleta Sofá
Para os preguiçosos que ainda gostam de desfrutar um pouco da vida fora de suas casas, a Bicicleta Sofá leva o sofá da sala para as ruas, tornando qualquer passeio muito mais confortável.
Carro de Propulsão Compartilhada
Ganhando apenas do carro dos Flinstones, esta bicicleta é apenas a carcaça de um carro com pedais para 4 pessoas darem uma voltinha pela cidade, a 15 Km/h (não recomendo =D)
Family Truckster
Esta é uma bicicleta do tipo quadriciclo, contendo 4 lugares. O interessante é que os lugares ficam de costas um para o outro e é possível pedalar em ambos os sentidos. Pedalar em família nunca foi tão literal…
Bicicleta Carrinho de Supermercado
Fazer as compras nunca foi tão prático graças a esta bicicleta. Agora não há porque reclamar das sacolas pesadas e do longo caminho pela frente carregando-as.
Bicicleta Guitarra
O entusiasta de 56 anos Didi Senft fez uma bicicleta gigante no formato de uma guitarra porque, bem, ele quis. Ele ser conhecido como “El Diablo” talvez explique alguma coisa.
Bicicleta da Cerveja
Esta é a minha favorita. Comportando até 16 pessoas, este carrinho permite que você e seus amigos passeiem pedalando pela cidade enquanto tomam um belo copo de chopp. De alguma maneira é possível alugar ele na Alemanha, permitido por lei!
A-bike
Esta é provavelmente a menor bicicleta já criada em termos de ocupação de espaço. A A-Bike é uma bicicleta dobrável, o que a torna muito compacta e prática, sendo possível guardá-la praticamente em qualquer lugar.
Bicicleta de Pular
Uma invenção nem um pouco convencional, esta bicicleta simplesmente não possue a roda de trás e os pedais, tendo o usuário que correr para ganhar velocidade e depois pular e sentar para manobrá-la.
Bicicleta Circular
A única bicicleta que não sai do lugar foi criada para reusar bicicletas que seriam jogadas fora e dar a elas um uso muito divertido. As nove bicicletas são juntadas entre si formando um circulo e é ideal para ser colocada em parques e praças como um brinquedo diferente.
Essas são algumas das bicicletas criadas até hoje. Imagino que em um futuro não muito distante, quando as bicicletas possuirem a prioridade que merecem ter na cidade, veremos várias pessoas desfilando nas ruas com suas bicicletas não-convencionais. E você? Qual delas mais gostou?


MM

Projeto Ciclocênico une teatro e bikes na Fonte do Sapo.

bicicletas, orla de santos, teatro, grátis
A ideia nasceu da parceria dos grupos Coisas de Teatro Cia. de Arte e Teatro Widia, a partir do desejo de colocar a arte ao alcance de todos. Dados do Ministério da Cultura apontam que 95% da população brasileira nunca foi ao teatro. Para atingir uma grande variedade de pessoas, o grupo escolheu a rua como espaço de representação e a bicicleta, veículo extremamente popular na Baixada Santista, para juntar-se às tradicionais carroças dos atores ambulantes.
O espetáculo “Farrandança” aborda o cotidiano de uma tradicional trupe de artistas mambembes. Calixto, o contrarregra, tem o sonho de ser ator, mas tem um obstáculo no meio do caminho: seu sogro e dono da companhia, Sr. Antonio, que teima em lhe “esfriar a cena”. Os atores utilizam as técnicas do teatro popular, com referências da commedia dell´arte, mímica e números de clowns.
ciclocenico
Os textos utilizados no espetáculo são adaptações de Joaquim Manoel de Macedo e de Karl Valentin, além de cenas criadas pelos atores. O espetáculo foi premiado por dois editais públicos: o FACULT, da Prefeitura Municipal de Santos e o PROAC (Programa de Ação Cultural) do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura e também conta com o apoio do Casarão Santa Cruz, da Universidade Santa Cecília e do Ilha Porchat Clube.
MM

quinta-feira, 26 de março de 2015

Caricaturas de Ciclistas.

As seguintes caricaturas animadas são elegantes e 2 ciclistas conhecidos, Cupim e amigo Cesar Ahibe Cafarena Campana.


M.M.

6 alimentos que dão energia para mountainbikers.

6 alimentos que dão energia para mountainbikers. 



Você provavelmente deve saber sobre carbo-loading como uma estratégia para longas pedaladas. Além da energia armazenada de carboidratos, existem muitos outros nutrientes que pode aumentar sua energia e prolongar o seu tempo de pedalada. Os seguintes alimentos podem ajudar a aumentar a sua resistência, e reduzir a fadiga muscular, e melhorar o seu desempenho físico quando esta se chegando ao seu limite.

1.Peixe


Obviamente isso não é um alimento que você possa consumir durante uma trilha, comer peixe regularmente no entanto pode aumentar a quantidade de tiamina em seu organismo, esta vitamina B regula várias das via metabólicas que seu corpo usa durante o exercício.

2.Ovos





Você pode consumi lo frito ou mexido,  o ovo é um ótimo alimento para se comer pela manhã pois possuem grandes quantidades de riboflavina, ou vitamina B. Uma vez que é perdido durante o exercício através do suor, é importante para regular as fontes de energia de sua dieta. A riboflavina e outros membros da família da vitamina B são usadas para quebrar os carboidratos, por isso precisa deles para manter essa energia fluindo durante a pedalada.

3.Bananas 



Conhecida como o lanche da natureza mais conveniente passa a ser cheio de vitamina B6. durante o exercício, o corpo usa B6 para converter todos os carboidratos que você comeu no jantar de ontem anoite em glicose utilizável, para manter sua energia elevada e os seus níveis de açúcar no sangue normal.

4.Brócolos 


Estas folhas verdes tem quantidades surpreendentes de vitamina C. É fundamental possuir fontes de vitamina C na base de sua dieta diária, uma vez que não pode ser armazenada no seu corpo. A vitamina age como um antioxidante que previne a tensão muscular e dor devido ao estresse oxidativo. você pode levar algumas laranjas em sua trilha como fonte de vitamina C que não será uma ideia ruim.

5.Iogurte

Iogurte e outro produtos lácteos contêm o aminoácido leucina. Leucina é fudamental na construção de novos músculos, bem como manter a saúde de sua massa muscular atual. eu nunca pensei que iria recomendar iogurte a ninguém, mas este alimento pode se consumido pré treino para aumentar sua resistência e prevenir a fadiga. A leucina não precisa ser digerida, e seu corpo absorve rapidamente e fornece resultados imediatos.

6.Bife 


Eu não recomendo comer um bife antes de você se preparar para pegar uma trilha, incorporando um bife magro a sua dieta regular, pode ser uma boa ideia. O bife fornece a maior quantidade carnitina possível, a partir de um produto alimentar. 
Carnitina é um tipo de molécula em seu corpo que transporta a glicose para as mitocôndrias da sua célula para ser queimada para produzir energia. Níveis suficientes de carnitina vai ajudar seu corpo a quebrar a gordura e carboidrato em energia, para gerar o menor acúmulo de ácido láctico nos músculos. 

MM

Jogos do Norte Alentejano 2015.

PASSEIO DE B.T.T (Prova Aberta) 
Irá decorrer em Arronches, no dia 17 de maio, um passeio de BTT durante a 14ª Edição dos Jogos Norte Alentejano. 
Concentração: 8:30 no Estádio Municipal de Arronches 
Partida: 9:00h 
Chegada: 12:30h às Piscinas Municipais.

CICLOTURISMO (Prova Aberta) 
 LOCAL: Castelo de Vide
  O Passeio é aberto a todos os concorrentes com mais de 14 anos de ambos os sexos. 
REGRAS - O passeio terá um percurso sendo obrigatório o uso do capacete. - 
O passeio terá uma extensão de aproximadamente 45 Km, com partida e chegada no mesmo local. HORÁRIO: 
Concentração às 8h30min no Pavilhão Municipal. 
Partida às 9h; 
Chegada às 12 horas  

JOGOS DO NORTE ALENTEJANO XIV (2015)

Este projeto vai, cada vez mais ao encontro da população natural e envolvente no Norte Alentejano, captando para esta iniciativa, atletas de todas as idades. Depois das reduções orçamentais e de uma remodelação desta iniciativa, o aumento do número de participantes, principalmente nos pilares destinados à população sénior e às crianças do 1.º Ciclo do Ensino básico, são factores bem elucidativos desse mesmo sucesso.
REGULAMENTOS

Objetivos, Espirito e Organização 
OBJETIVOS
  • Responder a necessidades concretas dos diferentes grupos populacionais, no domínio da melhoria da saúde, da integração social e da afirmação individual e colectiva das capacidades dos participantes;
  • Orientar a organização das diferentes actividades por princípios de natureza formativa e cultural, contribuindo para a humanização da prática desportiva e lutando contra a tendência actual da sua degradação (violência, "doping" e falta de espírito desportivo);
  • Promover a organização de um vasto quadro de actividades abertas a todos, com qualidade cultural, formativa e técnica e com finalidades de integração social e de formação individual e colectiva.
  • Contribuir para o desenvolvimento desportivo e cultural da região, procurando corrigir assimetrias que nela se exprimem e implantando um processo de melhoria progressiva da qualidade técnica das actividades.
  • Contribuir para a dinamização das estruturas associativas, clubes e colectividades da região, organizações de juventude, de idosos e deficientes, da estrutura federada regional, das escolas e de outras organizações públicas e privadas.
  • Apostar numa melhor qualificação dos técnicos dos Municípios Associados, através das acções de formação e cursos

ESPÍRITO
  • Adopção de um comportamento correcto para com os outros participantes, dentro e fora do recinto de jogo.
  • Exclusão de comportamentos inadequados, no decursos das actividades, considerando qualquer manifestação de violência como inaceitável.
  • Considerar que o dirigente, o treinador e o árbitro, assumem uma tarefa formativa fundamental e indispensável no desporto.
  • Considerar que os responsáveis pela inscrição dos atletas e equipas, assumam o compromisso de se recusarem a utilizar qualquer tipo de fraude.

ORGANIZAÇÃO
A organização dos JNA é inteiramente assegurada pela CIMAA e Municípios Associados. O processo organizativo assenta em dois princípios fundamentais:
  • A coordenação de esforços entre as entidades do Norte Alentejano que, directa ou indirectamente, estão ligadas ao desporto (movimento associativo, Autarquias Locais, sistema de ensino, etc.)
  • A descentralização da organização de forma a garantir a participação das localidades, das freguesias e dos concelhos (áreas de intervenção das associações).

As edições dos JNA organizam-se em três fases, consoante as modalidades:

Freguesia:
  • Apuramento das melhores equipas de cada freguesia através de torneios realizados pelo movimento associativo, com apoio da autarquia;

Concelhia:
  • Apuramento das melhores equipas de cada concelho através de torneios realizados pelo movimento associativo, com o apoio da autarquia;

Distrital:
  • Área de intervenção da Associação de Municípios do Norte Alentejano e município onde se realiza a actividade.
MM

CARTÃO VIP 5Quinas- 15% TODO O SITE 1ANO

CARTÃO VIP -15% EM TODO SITE
CARTÃO VIP 5Quinas- 15% TODO O SITE 1ANO 
-Cartão valido 12 meses
-Ofertas em exclusividade VIP (enviadas por email)
-Com o cartão recebe um codigo de desconto de -15% valido durante 12 meses em todos os artigos do site mesmo nas promoções.
-Codigo a colocar no carrinho ao momento da compra para obter o desconto imediato.
-Com o cartão recebe um codigo de desconto de -15% valido durante 12 meses em todos os artigos do site mesmo nas promoções.
WWW.5QUINAS.COM.PT


MM

VI Desafio Audace - Ponte de Sor.



Inscrições em :

MM

VI Maratona BTT Piranhas do Alqueva.

Data: Domingo, 05 de Abril de 2015 às 09:00 / Percursos: 20km|80km|50km / Preço:16.00€









MM