sexta-feira, 17 de julho de 2015

Musculação para ciclistas.

Atletas de endurance (ciclismo, Triathlon, corrida e similares) estão mais sujeitos a lesões devido ao tempo e vezes que executam sua atividade. Logo, treinos de força longos, de baixa intensidade e isolando grupos musculares, só potencializa esse risco.

musculacao
Primeiro – medo de ficar “grande”/pesado – não é fácil!!! E não, você não é um privilegiado que treina duas vezes em um ano e já fica “maior”. Hipertrofia requer uma série de coisas, treinos pesados, intensos e alimentação. Por esse medo, atletas de endurance acabam executando treinos de peso com intensidade super baixa, longos e de amplitude limitada. Ou seja, além de não servir pra nada, só faz aumentar o risco de lesão.
Segundo – sensação de que a perna fica lenta, pesada, com perda de agilidade – o treino de força deve ser executado em momentos específicos, exatamente porque ficamos mais lentos. Então, o planejamento é primordial. Depois dessa fase, o ideal é fazer treinos de trás moto, corridas em descida, trabalhar a característica que ficou comprometida, agilidade.
Terceiro – trabalhar movimentos específicos da modalidade na sala de musculação. Os movimentos básicos da musculação já cuidam muito bem de toda musculatura. O isolamento só deve ser feito em casos bem específicos, como no fisiculturismo.
Estou trabalhando base no ciclismo e, na musculação, fazendo treino de força. Ele dura 20 minutos, quando demora. Minha série é a seguinte:
1 – Leg press 45:
3 a 4 séries de 05 a 08 repetições – cadência 2040
2 – Stiff:
2 a 3 séries de 05 a 8 repetições – cadência 2040
Descanso – 2 minutos

MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.