domingo, 19 de julho de 2015

Lance Armstrong: “Alegações de que Froome se está a dopar são minha culpa”

Lance Armstrong se posicionou com relação as acusações de que Chris Froome se estaria a dopar, em entrevista ao Sky Sports News HQ.
Chris Froome está sendo massacrado por jornalistas e fãs do ciclismo após a publicação de um vídeo com as informações do potencímetro dele, registradas durante o Mont Ventoux no Tour de 2013.
ap_lance_armstrong_ll_120824_wg
Armstrong disse: “Eu sei como é ser um cara como o Chris e estar no meio do Tour e lidar com constantes questionamentos, que logicamente ele está, e para ser justo e honesto, muito disso é culpa minha.”
Muita gente faz esses questionamentos, veem o estilo dele, veem a performance dele, veem as diferenças de tempo, veem a cadência dele e eles pensam: ‘esse é cara é só mais um deles’. Eu me sinto mal por isso” completou Armstrong. “Quem quer que seja que vença o Tour de France 2015, não deveria estar respondendo por questões de alguém que venceu a prova há 10 ou 15 anos atrás. Isso não é legitimo. Isso simplesmente não é justo.”
Eu valorizo muito o que Armstrong conseguiu fazer em sua época e também gosto de deixar bem claro a ENORME gravidade do que ele fez. Confesso que gostei bastante desse posicionamento do ex-ciclista. Pode até ser uma estratégia para se redimir com a opinião pública, mas mesmo que seja, gostei bastante da postura.
E eu concordo plenamente com ele. Depois do escândalo Armstrong, apareceram três tipos de espectadores do ciclismo. 1 – Os fãs incondicionais do Armstrong, que vivem repetindo o cansativo discurso “dos dopados ele era o mais forte…”; 2 – Os que eram fãs dele e se revoltaram com o ciclismo e vivem repetindo o cansativo discurso: “Venceu na montanha… Tá DOPADO.” e 3 – E os que não eram tão fanáticos por ele assim e acham que o ciclismo realmente está mudando (esse grupo é uma minoria).
Querendo ou não, o Armstrong frustrou muita gente e deixou muitas viúvas por ai. Acho legal ele ter essa postura e assumir a responsabilidade pelo estrago que ele fez na imagem do ciclismo.
Vale a pensa ressaltar que ele também foi muito importante para o crescimento do desporto, uma vez que durante a sua era, ele trouxe muita atenção e dinheiro para o desporto. Uma pena que a impressão final foi MUITO RUIM para ele e para o desporto como um todo.
MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.