sexta-feira, 10 de julho de 2015

As top Contra relogio I.

A Felt DA 2011

Após dois anos de desenvolvimento, a Felt DA 2011 traz uma série de modificações que prometem resultados bem expressivos. De acordo com os projetistas, a bicicleta é 14% mais aerodinâmica e 13% mais rígida do que o modelo anterior. Apesar de ter 25% mais de área em seu quadro, ela só pesa 2% a mais que a DA 2010.
De acordo com a Felt, sem os modernos programas de design virtual e potentes computadores, não seria possível desenvolver a bicicleta da forma como foi feita. O programa CFD (Computational Fluid Dynamic), muito utilizado pelos projetistas da Fórmula 1 e diversas empresas automobilísticas, foi fundamental na construção da bicicleta. O programa permite que alterações sejam feitas no projeto da bicicleta, de forma que o computador gera resultados sobre alterações em todas as partes da bicicleta, conseguindo inclusive trazer informações sobre os impactos na interação com as rodas e o ciclista.
Para comprovar os dados do CFD, a Felt levou sua nova máquina para uma bateria de testes no San Diego Low Speed Wind Tunnel, famoso laboratório de testes de aerodinâmica dos Estados Unidos.
Lazy S Tubes

Tanto o Downtube, quando o Seat tube utilizam o novo design “Lazy S”, que permite que o ár passe de forma mais fluida pelos tubos da bicicleta, diminuindo a turbulência no quadro e melhorando a performance da bicicleta. O seat tube utiliza o design em “S” para desviar o ár da roda traseira, melhorando a aerodinâmica da bicicleta.

Materiais Utilizados
O quadro da DA utiliza o Ultra Hybrid Carbon (UHC) Ultimate+Nano, que é uma combinação de carbonos com tramas de alta e média densidade, com uma resida de Nano Tecnologia que ajuda na junção entre as fibras de carbono. De acordo com a Felt, essa combinação permite que o quadro utilize menos material, seja resistente a impactos e muito rígido.

A bicicleta é montada através do processo e Construção Dinâmica de Monobloco (Dynamic Monocoque Construction). As seções da bicicleta são moldadas separadamente, depois unidas e consolidadas em uma peça única.
Outra inovação da bicicleta é a utilização de um poliuretano semi-rígido como molde para o quadro, o poliuretano preenche seções vazias e depressões geradas no processo de moldagem da bicicleta. Dessa forma, o interior do quadro não possui deformações nem excesso de materiais.

Componentes
A DA vem originalmente com o incrível cambio eletrônico DI2 da Shimano, mas pode ser montada com SRAM e Campagnolo.

MM








Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.