segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Tripod Bike.

Se você tem o hábito de passear de bicicleta, é provável que já tenha desejado ter uma câmara na mão para registrar uma paisagem, uma cena engraçada ou o encontro com uma pessoa inesperada. Inspirada num tripé tradicional, a T-Bike apresenta uma solução simples que combina fotografia e bicicleta. E você não precisa ser um profissional para achar esta bike interessante e logo começar a imaginar as imagens incríveis que poderia fazer sobre duas rodas.
Desenvolvido pela designer Reza Rachmat Sumirat, a T-Bike conta com três mecanismos de deslizamento que facilitam o ajuste da bike de acordo com as preferências do ciclista, como o comprimento de suas pernas, por exemplo. Incorporado ao guiador, o tripé conta com um apoio lateral na roda dianteira que ajuda a estabilizar o disparo e registrar imagens únicas e exclusivas do seu passeio ciclístico.
MM

Pulse Urban Bike.

A Pulse Urban Bike é uma criação dos designers de Seatle (E.U.A.) Teague, e é um conceito inovador de bicicleta urbana com o intuito de ir ao encontro das necessidades dos ciclistas.

 Realça-se as luzes de mudança de direcção, a luz de stop e o quadro iluminado.




MM

domingo, 23 de novembro de 2014

Notebook movido a pedal.


Notebook movido a pedal é barato e sustentável.
Notebook movido a pedal é barato e sustentável
Engenheiros do Afeganistão criaram um sistema para notebook que funciona a partir de pedal. Este sistema pode ser muito útil em cidades e aldeias remotas, onde muitas vezes não existe luz ou eletricidade.
Enquanto há computadores e notebooks movidos a energia solar que permite que seja alimentado, sem uma fonte de energia, nem todos podem ser capazes de comprá-los.

Havia sempre a esperança de que haveria uma forma acessível para pessoas em áreas mais pobres e muito remota para poder se beneficiar dos usos de um computador, e há, finalmente, é por causa do notebook movido a pedal no Afeganistão. O sistema é configurado para que qualquer pessoa seja capaz de ligar o equipamento e eles afirmam que mesmo alunos e crianças pequenas podem pedalar e começar a usar sem problemas.


[Fonte]


Uma boa ideia,
MM

Chocolate quente melhora a recuperação muscular.






        O chocolate quente, esta deliciosa, cremosa e reconfortante bebida que a grande maioria das pessoas adoram, pode ser também um excelente recuperador muscular. É o que sugere um estudo científico publicado pela revista IJSNEM (International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism), que concluiu que o chocolate com leite possui uma eficácia igual, se não melhor, que muitas bebidas esportivas de recuperação consumidas habitualmente.

O leite, tão amado por muitos quanto odiado por outros tantos, é um dos alimentos  mais controvertidos. Os mais ativos detratores de seu consumo afirmam que os humanos, assim como os gatos, são os únicos seres vivos do planeta que continuam consumindo leite após a fase de aleitamento materno, sendo este o principal motivo de diversos males. O certo é que, enquanto não há provas científicas do contrário, o leite constitui um alimento básico completo que pode beneficiar o organismo.
 
No estudo realizado pelo IJSNEM, foram comparados os resultados do acompanhamento de nove ciclistas em treinamento de resistência. Para a realização deste ensaio, os ciclistas realizaram treinos intervalados, seguidos por quatro horas de recuperação, finalizando com um treino de resistência até o nível de esgotamento (70% de VO2Max). O teste foi repetido durante três dias seguidos. Imediatamente após cada exercício e após duas horas de recuperação, os atletas ingeriram três tipos de bebidas escolhidas ao acaso: achocolatado, bebida isotônica e repositor de carboidratos.
Para contabilizar a recuperação muscular, os cientistas levaram em consideração o tempo até o nível de esgotamento (TTE), a média do ritmo cardíaco (HR), o índice de esforço percebido (RPE) e o trabalho total (WT) dos atletas para cada um dos exercícios. Os resultados deste estudo concluiu que os ciclistas que consumiram achocolatado e bebidas isotônicas obtiveram um TTE (tempo até o esgotamento) e WT (trabalho total) significativamente maior que os atletas que consumiram bebida repositora de carboidratos, mantendo-se em todas as bebidas a mesma quantidade de hidratos de carbono por serviço.
O estudo conclui que o consumo de achocolatado é muito eficaz na recuperação posterior a exercícios físicos de alta intensidade, sem a necessidade de ter que utilizar outras bebidas artificiais muito mais caras, porém com rendimento similar.
Obviamente, este estudo provavelmente dará margem para amplas discussões, principalmente os advindos da milionária indústria de suplementação esportiva. Mas o fato é: quem resiste a uma boa Caneca de chocolate quentinho e cremoso?
Fonte: Mountain Bike

MM

Stick-On Wahoo: Sensor de cadência Bluetooth para Smartphone.

Muita gente tem usado o Smartphone para pedalar e registrar os seus treinos. Mas existe sempre o mesmo problema de registrar a cadência e o batimento cardíaco.
 
Com relação aos sensores cardíacos, esses já existem há algum tempo. Mas os de cadência ainda são novidade. A Wahoo, marca que foi uma das precursoras do desenvolvimento de sensores compatíveis com telemóveis, criou o Stick-on RPM sensor, que informa o smartphone quantas pedaladas está a dar por minuto.
O sensor de cadência/velocidade já está a venda no site da Wahoo. E é compatível com os principais aplicativos de registro de treinos para telemóveis.
MM

O Chef da Lusofonia.

Novo Livro de Vitor Sobral.
Quem já conhece a Tasca da Esquina João Pessoa sabe que a casa tem um dos chefs europeus mais renomados da atualidade, o português Vítor Sobral.
À frente de cinco restaurantes espalhados pelo mundo, ele também gosta de dividir seu talento com cozinheiros profissionais e amadores por meio de livros de receitas.
Este mês, ele acaba de lançar, em Portugal, a sua 20ª publicação, “Petiscos da Esquina”, onde reúne 63 receitas de petiscos servidos nos restaurantes de João Pessoa, São Paulo, Lisboa e Luanda.
Sem edição brasileira, o livro pode ser adquirido pelos entusiastas da gastronomia através da internet e no restaurante Tasca da Esquina, onde Vítor disponibiliza alguns dos seus vários títulos.

MM

sábado, 22 de novembro de 2014

O selim de macho!



9 Anos 9% desconto PROBIKESHOP.

ProbikeShop


MM

Como se fabrica um selim.

A fábrica de Selins Velo, produz cerca de 15 milhões de selins por ano, vejam como os fazem.

MM

Selim Essax Shark.

O selim Essax Shark é possivelmente uma das coisas mais estranhas (para não falar bizarras) que já se víu no ciclismo, mas promete melhorias de desempenho.
Essax
A marca espanhola que desenvolveu o selim contou com o trabalho de Jon Iriberri, um bike fitter profissional, para fazer o design do selim. Após trabalhar com vários ciclistas profissionais, ele desenvolveu essa forma para conseguir uma melhor distribuição do peso do ciclistas sobre os ísquios e evitar a rotação do quadril com a pedalada.
O Shark vai realizar um melhor alinhamento de joelhos, e vai fazer com que o ciclista distribua melhor o peso sobre os “ossos de sentar”. Também existem benefícios aliviando a pressão na lombar e atrás do pescoço.
Fixe não?? :)

MM

Atenção quando tirar o casaco.

Muita atenção quando tirar o casaco enquanto pedala.
 Você pode acabar a gastar muito dinheiro com dentista.

MM

Posição do Travão.

 Cada um tem a sua maneira de utilizar a posição dos travões, mas algumas são incorretas coo mostra a figura. 
Observem:

Fica aqui a opinião.
MM

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Rota Al Buhera ll.


É JÁ NO PRÓXIMO DIA 30NOV14 O GRANDE EVENTO ORGANIZADO PELO CLUBE BTT AMIGOS DE ALBUFEIRA (CBTTAA)

É UMA OPORTUNIDADE DE PEDALAR E CONVIVER JUNTO DE 2 GRANDES ATLETAS PORTUGUESES!...
CELINA CARPINTEIRO (Madrinha do CBTTAA) e o
VITOR GAMITO (Convidado especial)
NÃO PERCAS ESTE EVENTO,VEM PARTICIPAR!
INSCREVE-TE

INSCRIÇÕES E OUTRAS INFORMAÇÕES em:
https://www.facebook.com/pages/Rota-Al-Buhera-II/1478193432462708?ref=ts&fref=ts

MM

terça-feira, 18 de novembro de 2014

O Renault Dacia Duster .

O Renault Dacia Duster lançado em breve pela Montadora servi. E Um Carro adaptável e de Conceito modular. O driver oferece layoutQuatro Lugares Que PoDE ser convertida em lazer em Questão de Segundos.


Como embaixo do banco do Passageiro e do Banco do Condutor Sobre Trilhos escondidos no Chão pode deixar Apenas o Banco da Frente e, consequentemente, o volume total Libertar UMA Carga de Dois metros cúbicos. Graças a ser baixo, e UMA Correia localizado soluço o Painel, Este Espaço PoDE serviços utilizado para Transportar uma Bicicleta de montanha Ensaios.

Fontes: http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/MSNNoticia_conteudo.vxlpub?hnid=41629
http://www.biketrialbrasil.com/forum/viewtopic.php?t=947&f=17
http://www.yosax.com/renault-dacia-duster-crossover-concept



MM

Bike Decal.

Isto é algo que é bonito olhar, parece ser uma bicicleta pendurada na parede, mas na verdade, a parte da bicicleta é apenas um decalque que está colado na parede, mas o volante é real ou realistas e estes são usados ​​para pendurar casacos bonés e etc !


Aqui estão os recursos para a moto do decalque e guiador gancho;
16 "de largura x 8" x profundidade 39,5 "de alta
Nossos casca-e-vara decalques são fáceis de aplicar , reposicionar e remover.
Os decalques são uma maneira rápida, sem complicações alternativa à pintura confuso e stencils.
 Auto-adesiva de suporte remove sem qualquer dano superfície.
Para melhores resultados, para montar uma superfície lisa.
Parede gancho inclui material de montagem e instruções.
O conjunto inclui duas peças de gancho decalque e guiador.
Preço a consultar.



MM

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Holanda constrói ciclovia eléctrica para e-bikes.



Trata-se da SolaRoad uma ciclovia que consistem em módulos de células fotovoltaicas espalhadas pela pela faixa de rodagem, com a finalidade de fornecer energia as a-bikes que circulam.
Um projecto inovador que a cidade de Krommenie decidiu investir, além de poder carregar as baterias das e-bikes também servirá para alimentar a própria iluminação da ciclovia.
Holanda constrói ciclovia eléctrica para e bikes 280x140 Holanda constrói ciclovia eléctrica para e bikes


Este projecto servirá também como estudo para a possibilidade de se poder utilizar a mesma tecnologia nos autocarros e automóveis.
Para que isso seja possível os módulos de células fotovoltaicas precisam ser resistentes ao desgaste e ao próprio peso dos automóveis como vantagem conta com um atrito reduzido e mesmo com sujidade continua a fornecer energia elétrica.

  Holanda constrói ciclovia eléctrica para e bikes

MM

17 Novembro - Dia Mundial do Não Fumador.

Assinala-se hoje o Dia Nacional do Não Fumador, uma efeméride que chama a atenção para o problema do consumo do tabaco, principal causa evitável de morte prematura e de doenças crónicas nos países desenvolvidos.
O ato de fumar é um hábito que está enraizado nos costumes dos portugueses.
   Está cientificamente comprovado que o tabaco é prejudicial a vários níveis: é uma das principais causas de cancro do pulmão, é responsável por complicações respiratórias e cardiovasculares. Caso abandone o vício, a saúde agradece. A resposta positivas às questões seguintes, indiciam a necessidade de equacionar a hipótese de deixar de fumar: Fuma mais de 20 cigarros por dia? A primeira coisa que faz logo pela manhã é fumar? Fuma há mais de cinco anos? Manifesta ansiedade ou nervosismo quando não tem tabaco? Não consegue passar mais do que uma hora sem fumar? Fez várias tentativas (sozinho) para abandonar o tabaco e todas sem êxito?
   Consulte o seu médico e peça ajuda nesta luta. A solução passa pela prevenção.
Não fume, pela sua Saúde.

MM

sábado, 15 de novembro de 2014

INOVAÇÃO DA BIKE.

Reconhecido pelo desenvolvimento de projetos inovadores, o Centro Universitário da FEI apresenta a exposição “BIKE INNOVATION”. São duas réplicas, consideradas arrojadas para a época em que foram projetadas: uma criada por Leonardo da Vinci (1490) e outra pelo francês Conde Mede de Sivrac (1790); e duas bicicletas futuristas, inspiradas em modelos de competição, que utilizam o que há de mais inovador em engenharia e materiais.
Responsável pelo desenvolvimento das bicicletas, o prof. Ricardo Bock, de Engenharia Mecânica do Centro Universitário da FEI, afirma que “os projetos são extravagantes, de acordo com a época em que foram desenvolvidos. As antigas mostram a genialidade de seus criadores. Com as bicicletas atuais, queremos demonstrar o que existe de mais avançado em engenharia e materiais”.
Leonardo da Vinci
No século XV, a Europa vivia o auge da expansão marítima, alimentada pelo desejo de expandir as suas relações comerciais com outros países. Esta busca pelo comércio em terras distantes fez com que o desenvolvimento de embarcações e instrumentos de navegação fosse muito intenso nesta época, sendo que havia incentivos dos países para feitos nesta área. Foi neste contexto que, em 1490, outra invenção da mobilidade nasceu, a bicicleta. Este projeto, creditado a Leonardo da Vinci, é um dos primeiros registros de uma máquina que se assemelha à bicicleta moderna. Apesar disto, este projeto já contava com um mecanismo de direção com guidão, apesar de a articulação estar no meio da estrutura da bicicleta. Ele também contava com um primitivo, porém inovador sistema de transmissão, com pedais e engrenagens que eram ligados por meio de uma cinta de couro perfurada. Vale destacar que a corrente como ela é conhecida hoje é uma invenção que data dos anos 1800. Mesmo assim, alguns desenhos também da autoria de Da Vinci mostram projetos de alguns tipos de corrente. Não se sabe da existência da construção desta bicicleta na época do seu projeto, que ficou perdido e só foi reencontrado em 1966 pelos jesuítas. O modelo exposto foi totalmente construído no Centro Universitário da FEI em 2012 buscando ser o mais fiel possível ao projeto original.
Celerífero
Em 1790, o mundo já vivia os primórdios da revolução industrial. Mudanças na agricultura, produção têxtil, mineração, entre outros avanços tecnológicos, estavam surgindo e impactariam para sempre o cotidiano. O grande motor desta revolução já havia sido apresentado ao mundo, o motor à vapor. Com maior produção e necessidade de locomoção de bens e pessoas, a mobilidade também avançou nesta época. A expansão dos meios pluviais com a criação de canais e o início do desenvolvimento das ferrovias garantia um bom escoamento dos produtos. Nesse contexto onde o ferro parecia ser o futuro, graças aos avanços feitos por Abraham Darby, eis que a primeira bicicleta do mundo foi construída usando a madeira como matéria-prima. De autoria do francês Conde Mede de Sivrac, o Celerífero, como ficou conhecido, se assemelha muito a uma bicicleta comum, porém de uma forma bastante rudimentar. Não há um dispositivo que permita a mudança de direção, tampouco existia uma forma de transmitir potência para as rodas. O usuário deveria empurrar o Celerífero para frente usando os pés e como não havia um sistema de travão, também era necessário o uso dos pés para diminuir a velocidade ou parar. O modelo exposto foi totalmente construído no Centro Universitário da FEI em 2012 buscando ser o mais fiel possível ao modelo original.
Bike Innovation – BF 1
A proposta deste projeto consistiu em aplicar um design inovador em um produto tradicional e consagrado como a bicicleta, levando o Prof. Ricardo Bock, do Departamento de Engenharia Mecânica da FEI, a criar uma versão futurista de um meio de transporte que existe há muito tempo. Para isto, o design desta bicicleta buscou inspiração nas competições. Alguns elementos usados em bicicletas de competição que correm em velódromos foram utilizados, como as calotas e visual arrojado. Apesar do design diferenciado, todas as medidas de ergonomia foram rigorosamente respeitadas para manter a funcionalidade do produto final, além do conforto e bom posicionamento do ciclista. Sendo assim, as dimensões do quadro respeitam aquelas praticadas na indústria, porém a crenagem em fibra de vidro garante o visual exclusivo. Este projeto foi concluído em 2013 no Centro Universitário da FEI.
Ficha Técnica
Quadro – Feito em alumínio e aço cromo molibdênio com carenagem em fibra de vidro.
Rodas – Dianteira: Aro 26 com raios e Jante em fibra de vidro. Traseira: Aro 29 e Jante em fibra de vidro.
Travões – Por espora em alumínio na roda traseira.
Transmissão – Sistema produzido pela empresa Gates com correia de carbono da linha Carbon Drive e relação de transmissão de 1:1,786 sendo a coroa de 50 dentes e o pinhão de 28 dentes.
Bike Innovation – BF 2
Foi a partir do círculo, o elemento geométrico que inspirou a criação deste projeto que une um tradicional meio de transporte e de prática esportiva, ao design inovador e futurista.
Desenvolvido pelo professor Ricardo Bock, do Departamento de Engenharia Mecânica da FEI, o projeto segue o padrão ergométrico de bicicletas de competição, mas com alguns diferenciais como: rodas orbitais, sistema de transmissão embutida e pintura feita em “Metal Flake” (flocos de metal) e verniz. O quadro foi produzido em fibra de carbono e vidro e as rodas em alumínio.
Ficha Técnica
Transmissão – Tipo epicicloidal de um estágio e um eixo intermediário com transmissão por corrente de rolos
Material: Alumínio série 7000 (aeronáutico)
Relação de Transmissão: 1:2,7


MM

Suspensão DT Swiss One Piece 26″, 27.5″ e 29″.

Suspensão DT Swiss One Piece 190x280 Suspensão DT Swiss One Piece 26, 27.5 e 29
Se está a pensar em investir numa suspensão nova para a bike e aproveitar reduzir o peso então fica aqui uma suspensão fiável da DT Swiss a One Piece.

A DT Swiss faz um forte ataque pondo no mercado uma suspensão para os três tamanhos de roda (26″,27.5″ e 29″). Desenhada para ter uma rigidez superior a da concorrência com um curso ajustável que vai dos 100 mm  aos 150 mm consoante o tamanho da roda, podem ser utilizadas no XC (cross country), nas maratonas ou mesmo no Enduro.
Uma suspensão muito polivalente e leve que pode ser utilizada em diferentes tipo de cenário, com várias afinações que vão desde a pressão do ar, a recuperação e ao bloqueio da própria suspensão (kit – controlo no guiador é opção).
O preço o recomendado é 630€.
Suspensão DT Swiss One Piece 600x400 Suspensão DT Swiss One Piece 26, 27.5 e 29

MM

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

A montagem da CARÍSSIMA roda fechada Campagnolo Ghibli.


Vejam o processo de montagem da Mr. Ghibli, a roda TOP da Campagnolo utilizada para provas de Contra - relógio e velódromo.
UMA roda dessas custa 4.500 dólares!

MM

13 Novembro Dia Mundial da Gentileza.

Gentileza: substantivo feminino que significa a qualidade do que é gentil, do que é amável.
Gentileza é amabilidade, delicadeza sendo praticada.
Já que a gentileza tem um significado tão belo, por que não ter um dia especial para comemorá-la? Foi a pensar nisso que, em 1996, alguns grupos pequenos de praticantes da gentileza nos seus países se reuniram, durante uma conferência em Tóquio, com o intuito de conectar e inspirar as pessoas a realizarem ações gentis pelo mundo.
Quatro anos mais tarde, em 2000, a missão do movimento concretizava-se e dava início a uma grande data comemorativa:
o Dia Mundial da Gentileza, em 13 de novembro.
Conectado com a prática de gentilezas, o movimento Trânsito+gentil propõe uma mudança de hábito, incentivando atitudes em prol de um trânsito melhor como, por exemplo, evitar parar em fila dupla, organizar boleias e usar a bicicleta como alternativa de transporte, fazendo com que todos entendam que quando as pessoas mudam, a cidade se transforma e que isso começa dentro de cada um.
De 2009 até hoje, são cinco anos levando mudanças de atitude para as ruas e para a vida das pessoas, de forma que elas possam conviver em harmonia.
 Que tal fazer parte e ajudar a transformar o seu bairro, a cidade ou até mesmo o país?

MM

Bicicleta ultrapassou Ferrari a 333 km/h.

Bicicleta com rocket bateu o recorde mundial para ciclismo mais rápido.
Quando pensamos nos veículos mais rápidos do mundo, ninguém se lembra de haver uma bicicleta. Mas Francois Gissy mudou essa realidade ao conduzir uma bicicleta que ultrapassou um Ferrari.

Com um rocket construído pela empresa suíça Exotic Thermal Engineering, esta bicicleta atingiu os 333 quilómetros por hora em cinco segundos.

Este é o recorde mundial para ciclismo mais rápido, apesar de ter sido realizado com a força do rocket e não das pernas de alguém.

Veja o vídeo em: http://www.cmjornal.xl.pt/tecnologia/detalhe/a_bicicleta_que_ultrapassou_o_ferrari.html

MM


Ciclista português desaparece em trilhas perigosas na Espanha.

A última vez que o ciclista João Marinho fez contato com a sua família foi a mais de uma semana. O atleta que, pelo dá para ver pelo seu site, é um aventureiro de mão cheia, está desaparecido oficialmente desde segunda-feira.
Gobi jump
O carro do ciclista foi achado em uma pousada espanhola e logo em seguida foi anunciado oficialmente o desaparecimento do MTBiker.
“O mais provável é que tenha caído naquela zona montanhosa que, tal como as levadas da ilha da Madeira, é muito perigosa, ainda por cima com neve”, indicou o secretário de Estado.
De acordo com os familiares, ele deveria ter voltado de viagem na sexta-feira passada. O último post que ele fez no Facebook, na terça-feira da semana passada, ele escreveu em inglês: “Nothing is as important as passion. No matter what you want to do with your life, be passionate” (Nada é mais importante que uma paixão. Não importa o que que queres fazer com a tua vida, deves é ser apaixonado).”
Noticia triste.


MM

Edição Limitada da Adidas.

Para acompanhar o lançamento de uma nova linha de vestuários e acessórios a Adidas fez uma parceria com a marca Bombtrack Bikes e criaram 32 destas bikes de pinhão fixo.
Bomtrack_Adidas_03
Cada uma delas ficará em uma das 32 lojas da marca espalhadas pela Europa e Asia. Eles não divulgaram os preços da bike, mas não deve ser nada barata.
Bomtrack_Adidas_01
Bomtrack_Adidas_02
Bomtrack_Adidas_06
Bomtrack_Adidas_04
Bomtrack_Adidas_05
MM

Alugue bicicletas e pranchas de surf no seu smartphone.



Alugue bicicletas e pranchas de surf no seu smartphone

A Spinlister é uma aplicação que permite alugar a bicicleta ou a prancha de surf quando não a utiliza. Está disponível em Portugal.

Alugue bicletas e pranchas de surf no seu smartphone

A Spinlister anunciou a sua disponibilidade no mercado português, onde se encontra disponível gratuitamente para Android e iOS.
O serviço também conta com um website, onde é possível verificar quem se encontra a alugar equipamentos nas imediações.
Os preços são definidos pelos donos das pranchas (surf ou snowboard, entre outras categorias) e bicicletas, enquanto que as transações e os contactos são efetuados através do smartphone.
A Spinlister é direcionada para turistas, desportistas e entusiastas que pretendem evitar transportar equipamentos constantemente, mas também é direcionada para quem pretende rentabilizar os seus equipamentos enquanto não os está a utilizar.
Em comunicado de imprensa, a empresa também afirmou que se encontra disponível para Portugal um seguro no valor de 10 mil dólares, ou aproximadamente 7500 euros, no caso de danos permanentes ou roubo de equipamentos.
Os utilizadores que listarem as suas bicicletas terão ainda direito a um voucher de 10 dólares (aproximadamente 7,5 euros). Para usufruir desta oferta só têm que inserir o código #SpinPT no campo "Promo", durante o ato do registo.

MM

domingo, 9 de novembro de 2014

25 Anos sem o muro de Berlim.

Berlim comemora os 25 anos da queda do Muro, com eventos especiais entre 7 a 9 de novembro. Destacando uma instalação luminosa ao longo da antiga trajetória do muro, quando serão utilizados 8 mil balões iluminados na extensão de 15 quilômetros, passando pelo centro de Berlim.
Mais de 100 associações sem fins lucrativos, clubes, empresas e igrejas estão providenciando os balões. As mensagens irão para o mundo real e o virtual. Todos os nomes e histórias pessoais dos “padrinhos” serão divulgados em www.falhofthewall25.com. Brasileiros também poderão ser padrinhos dos balões.
No dia 9 de novembro será realizado um concerto com a orquestra da cidade e o Coro da Ópera Estatal de Berlim, regido por Daniel Barenboim. Também no dia 9 será encerrada a instalação dos balões, simbolizando a queda do Muro e o fim da divisão de Berlim. Saiba mais no visitBerlin@berg.tur.br
Fotos: Dayse Regina Ferreira

Bicicletas e grafites, duas atrações na antiga Berlim soviética.

MM

sábado, 8 de novembro de 2014

Suspensão para roda fixa? É possível…

O principal conceito das bicicletas de roda fixa (“fixed gear”) é o minimalismo. Quanto menos acessórios e periféricos a bicicleta tiver, melhor. Alguns “fixeiros”, apelido dos ciclistas que defendem as bicicletas de roda fixa, pedalam até sem travões, usando apenas as pernas para travar as rodas na hora de brecar.
Mesmo correndo o risco de sermos criticados pelos fixeiros adepetos do “quanto mais simples, melhor”, vamos elogiar o design da Suntour Swing Shock, uma suspensão de garfo tão simples que poderia ser colocada numa bicicleta de roda fixa sem problemas.
O garfo reto tem um design simples que não parece um “peixe fora d’água” nas “fixas”. Na foto acima, a bicicleta tem um freio a disco, mas você também pode optar por ferios V-Brake (ou sem freio, se for sua praia).
A suspensão é bem leve e projetada especialmente para ruas cheias de buraco e também com paralelepípedos. Nada de tentar fazer uma trilha de moutain bike com ela!
- Via Gadget Lab

MM

Bicicleta em cima do tejadilho roubada em menos de 8 segundos.


Bicicleta em cima do tejadilho roubada em menos de 8 segundos 280x151 Bicicleta em cima do tejadilho roubada em menos de 8 segundos
Dois ladrões roubam uma bicicleta em cima de um tejadilho de um Renault Clio em menos de 8 segundos.
E se pesam que o suporte não era de qualidade fiquem a saber que se tratava de um suporte de bicicletas Thule ProRide.


MM

Yoga vs Vodka.

MM

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

PROMOÇÃO!!! A PEDALAR.

PROMOÇÃO!!!

MM

Esta escapou-me... Pancadaria na Volta a Portugal..

Cenas de pancadaria na Volta a Portugal em bicicleta

Dois ciclistas trocaram as bicicletas pelos punhos e agrediram-se no final da sexta etapa da Volta a Portugal, esta terça-feira, em Viseu. O incidente protagonizado por Vicente de Mateus da equipa “Louletano Dunas Douradas” e Asbjorn Kragh da equipa Christina Watches ocorreu já depois do corte da meta, obrigando à intervenção de um agente da autoridade.
De acordo com declarações de Mateus à RTP, as agressões foram motivadas por uma colisão já depois de terminada a corrida. Para o ciclista espanhol, tratou-se de uma situação “normal” que não deveria motivar uma penalização. O mesmo entendimento não tiveram os comissários da prova, que decidiram expulsar os dois ciclistas da Volta.
  

Agosto de 2014.

MM

Bikes a McGuiver II.









































































Será roda barata ou cara??

MM