quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Motoristas sentem na pele a sensação das razias dos seus próprios autocarros.

Motoristas de autocarros sentem na pele a sensação das razias dos seus próprios autocarros.
Motoristas de autocarros sentem na pela a sensação das razias dos seus próprios autocarros 280x182 Motoristas de autocarros sentem na pela a sensação das razias dos seus próprios autocarros
Depois de várias sugestões a aconselharem os motoristas da região do Recife (Brasil) a cumprirem a distancia de segurança (1,5m) em relação aos ciclistas, foi realizado um curso de formação para a necessidade de respeitar essa mesma segurança.
Um curso que literalmente sentem na pela o perigo de não se dar um metro e meio de distancia a quem circula na via publica de bicicleta.
Este tipo de curso devia ser obrigatório a qualquer condutor e até aos ciclistas para saberem de como reagir quando não se dá essa mesma distancia de segurança.



Por cá podiam fazer o mesmo.
MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.