domingo, 23 de novembro de 2014

Chocolate quente melhora a recuperação muscular.






        O chocolate quente, esta deliciosa, cremosa e reconfortante bebida que a grande maioria das pessoas adoram, pode ser também um excelente recuperador muscular. É o que sugere um estudo científico publicado pela revista IJSNEM (International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism), que concluiu que o chocolate com leite possui uma eficácia igual, se não melhor, que muitas bebidas esportivas de recuperação consumidas habitualmente.

O leite, tão amado por muitos quanto odiado por outros tantos, é um dos alimentos  mais controvertidos. Os mais ativos detratores de seu consumo afirmam que os humanos, assim como os gatos, são os únicos seres vivos do planeta que continuam consumindo leite após a fase de aleitamento materno, sendo este o principal motivo de diversos males. O certo é que, enquanto não há provas científicas do contrário, o leite constitui um alimento básico completo que pode beneficiar o organismo.
 
No estudo realizado pelo IJSNEM, foram comparados os resultados do acompanhamento de nove ciclistas em treinamento de resistência. Para a realização deste ensaio, os ciclistas realizaram treinos intervalados, seguidos por quatro horas de recuperação, finalizando com um treino de resistência até o nível de esgotamento (70% de VO2Max). O teste foi repetido durante três dias seguidos. Imediatamente após cada exercício e após duas horas de recuperação, os atletas ingeriram três tipos de bebidas escolhidas ao acaso: achocolatado, bebida isotônica e repositor de carboidratos.
Para contabilizar a recuperação muscular, os cientistas levaram em consideração o tempo até o nível de esgotamento (TTE), a média do ritmo cardíaco (HR), o índice de esforço percebido (RPE) e o trabalho total (WT) dos atletas para cada um dos exercícios. Os resultados deste estudo concluiu que os ciclistas que consumiram achocolatado e bebidas isotônicas obtiveram um TTE (tempo até o esgotamento) e WT (trabalho total) significativamente maior que os atletas que consumiram bebida repositora de carboidratos, mantendo-se em todas as bebidas a mesma quantidade de hidratos de carbono por serviço.
O estudo conclui que o consumo de achocolatado é muito eficaz na recuperação posterior a exercícios físicos de alta intensidade, sem a necessidade de ter que utilizar outras bebidas artificiais muito mais caras, porém com rendimento similar.
Obviamente, este estudo provavelmente dará margem para amplas discussões, principalmente os advindos da milionária indústria de suplementação esportiva. Mas o fato é: quem resiste a uma boa Caneca de chocolate quentinho e cremoso?
Fonte: Mountain Bike

MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.