quarta-feira, 1 de maio de 2013

Tom Ritchey comemorou 40 anos de ciclismo.

Tom Ritchey comemorou os seus 40 anos de ciclismo com amigos, muita cerveja e um filme produzido pelo seu filho Jay. Filme documentário sobre a forma de sucesso que levou o seu pai a construir a primeira bicicleta de montanha em 1970 na Califórnia mais propriamente em Marin County.
Tom Ritchey hoje com os seus 55 anos mas com uma forma física invejável que recentemente mostrou orgulhosamente as suas novas cores da sua nova hardtail a Ritchey-P com rodas 650b (27,5) ao lado de bicicletas fabricadas em 1977. Sendo o primeiro a construir uma bicicleta de montanha, assumiu o compromisso de melhorar e ao longo destes últimos 25 anos obteve uma construção moderna apostando na geometria e na durabilidade das suas bicicletas.
Ritchey P com rodas 650b 280x210 Tom Ritchey comemorou 40 anos de ciclismo
 Mas não foi só os seus quadros que evoluíram mas praticamente todos os seus componentes, investindo muito do seu tempo com o objetivo de melhorar componente a componente.

Tom Ritchey quando competia possuía habilidades, resistência e uma força mental como ninguém, uma larga vantagem em relação aos seus adversários  A única desvantagem que começou a notar na altura era da concorrência a começar a comprar os seus quadros artesanais. Tom foi muito versátil quando apostou no cyclocross com a sua Swiss Cross, construída para transpor todos os obstáculos em qualquer condições atmosféricas e em qualquer parte do mundo. O primeiro ciclista que competiu com a Swiss Cross foi Thomas Frischnecht que em 1996 foi campeão de Cross Country pela UCI Cross Country World Championship.
Impressionaste a versatilidade do design das bicicletas Ritchey que em 1996 viu o suíço Tony Rominger adoecer no dia de uma grande prova de estrada organizada pela UCI Road Cycling Championships, Frischnecht competiu no seu lugar com a sua bicicleta de cyclocross acabando no pelotão da frente. O nome Ritchey hoje em dia fica associado a vários componentes tais como pneus, espigões de selim, rodas, guiadores, etc… componentes de sucesso entre as elites.
Tom Ritchey não é conhecido exclusivamente no ciclismo mundial mas também da sua grande vitoria chamada “coffebikes” que com o seu filho Jay ajudaram os produtores locais de café em Ruanda a cultivar o seu próprio café.
As bicicletas de montanha podem ter muitas ideias originais de outros fabricantes mas nenhum amava mais as suas criações do que Tom Ritchey.
Ana M

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.