quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

10 Razões para sair do sedentarismo




Quem não pratica exercícios três vezes por semana ou queima pelo menos 2000 calorias no mesmo intervalo é considerado sedentário pela Organização Mundial da Saúde que, desde 2002, considera a inatividade uma doença.
1-      Controle do Colesterol: o aumento da circulação sanguínea evita que as gorduras se acumulem nas artérias e estimula a produção do colesterol bom
2-      Prevenção do câncer: As mulheres que caminham são as que correm menos risco de desenvolver câncer de mama, de acordo com a Universidade de Regensburg, Alemanha, que analisou 95mil mulheres por 20 anos. Isso porque o exercício diminui o estrógeno no sangue
3-      Coração mais forte: com a prática regular, o sistema cardiovascular trabalha de forma mais econômica, diminuindo a freqüência cardíaca e a pressão arterial.
4-      Queima de gordura: atividades aeróbias estimulam o gasto calórico e, assim, a perda de peso é natural, desde que também seja feita uma alimentação balanceada.
5-      Organismo Resistente: Um estudo do Departamento Médico da Tufts University School Medicine (EUA) indica que praticar exercícios três vezes por semana, de 30 a 40 minutos, pode tornar o sistema imunológico mais resistente.
6-      Sociabilização: convidar alguém para caminhar pode fazer com que o exercício se torne mais prazeroso e o tempo passe mais rápido.
7-      Fortalecimento: Por ser uma atividade de sustentação do peso, a caminhada contribui para o aumento e melhora a densidade óssea.
8-      Disposição: Há um crescimento da quantidade das substâncias precursoras da adrenalina, que melhoram a disposição e concentração.
9-      Bem estar: Os ganhos físicos funcionam como terapia de apoio para o controle de depressão e ansiedade.
10-   Dormir melhor: Um trabalho da Unifesp concluiu que o exercício aeróbio moderado pode melhorar o sono. Com a prática, o tempo para entrar no primeiro estágio do sono reduziu 54%, assim como diminuiu 36% o tempo acordado durante a noite e aumentou 18% a eficiência do sono.
Fonte: Revista W Running.


MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.