quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A Evolução do Homem e da Bike.

A evolução humana...
             Varios estudos indicam a linha provavel de evolução de Hominídios, enfatizando o parentesco biológico molecular entre os humanos e os primatas. Mostram por exemplo que, do ponto de vista genético, o homem e chimpanzé  são 99% idênticos.
             Cientistas de todo mundo continuam a buscar informações a cerca da origens e da  evolução do homem. A procura do ``elo perdido``- o tão procurado  espécime que dividiria características de primatas e de humanos - envolve grande números de pesquizadores. Ao mesmo tempo, a ciêcia tem apontado para vários ``elos perdidos``, uma ves que cada hominídios que for descoberto com idade aproximada de 4,4 milhões de anos  pode ser reconhecido como novo ``elo`` na cadeia de evolução.
                                               Uma periodização questionável
               Em sua longa hitória evolutiva, o ser humano adaptou-se no meio ambiente e assim garantiu e ampliou sua subsistência, desenvolveu e foi capaz de produzir recursos materiais capazes de aperfeisoar seu estilo de vida. A maior parte dessas conquistas ocorreu na pre-história.
               O termo ``pre-história`` é uma convenção e so utilizamos porque essa nomenclatura, e a periodização sobre a qual ela se assenta é um elemento facilitador e organisador  dos estudos históricos.

Quando tratamos sobre evolução de bicicletas, não podemos negar que alguns nomes marcaram história. Quem são eles?
Rosseau em 1877, inicialmente, apresentou um design que por meio de 2 correntes, multiplicava o giro da roda dianteira para dar maior velocidade na bicicleta.


Faz parte da evolução, o aperfeiçoamento de Vicent em 1880, quem construiu sua primeira bicicleta com transmissão na roda traseira, como Thomas Humber na Inglaterra que inventou o quadro de quatro tubos. Assim, a bicicleta já tinha um design e evolução nítidos para sua estabilidade nas descidas e curvas.
Quando se fala em evolução e criação de bicicletas, o primeiro nome a ser lembrado é de Ernest Michaux. O ano em que ele vivenciou o seu grande sucesso com as bicicletas foi em 1862. Mas o que ele fez?
Ernest Michaux fabricou mais de 143 unidades de bicicletas em 1 ano, ou seja, naquela época era um marco, já que não tínhamos maquinários e mão de obra suficiente para montagens em série.
Ele tornou-se o primeiro fabricante de bicicletas ou biciclos, como também eram conhecidas naquela época. Mas logo já mudava o nome, porque fora lançado um brinquedo com este nome e acabou entrando em desuso porque o usuário ficou muito confuso quanto à nomenclatura dada aos produtos.
Michaux tornou-se um grande empresário da época de 1875. Ele criou modelos para freias e pessoas que não gostavam de sentar-se na bicicleta, modelo mais versátil, mas em desuso nos dias de hoje.
Apenas em 1885, a bicicleta começou a ter as mesmas características como as de hoje em dia.


MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.